Cidades

Barra do Garças e Santa Carmem comemoram aniversários com obras e ações na saúde

Publicados

em

Foto por: Lenine Martins
Em ambos os municípios, os investimentos estaduais e de parceiros (prefeituras e associações) em obras ultrapassam R$ 115 milhões e os repasses são superiores a R$ 60 milhões. Foram enviados 5.550 testes rápidos para detecção da Covid-19 e quase 250 mil medicamentos, entre comprimidos e frascos

Barra do Garças, no Médio Araguaia, e Santa Carmem, no Centro-Norte mato-grossense, comemoram nesta terça (15), respectivamente, 71 anos e 46 anos, com ações do Governo do Estado nas áreas de infraestrutura e de saúde, especialmente no combate à pandemia do coronavírus, além de repasses financeiros superiores a R$ 60 milhões.

Em ambos os municípios, os investimentos estaduais e de parceiros (prefeituras e associações) em obras de pavimentação e melhoramentos de rodovias, construção de pontes e de um centro de eventos ultrapassam R$ 115 milhões.

Em Barra do Garças, centro geodésico do Brasil, a 520 quilômetros de Cuiabá, está em construção o Centro de Eventos do município, com conclusão prevista para dezembro deste ano. Os recursos, de R$ 7,416 milhões, são do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Turismo (Prodestur).

Com investimento de R$ 1,6 milhão, estão em andamento obras da ponte sobre o rio Pitomba, com 31 metros de extensão, e foi iniciada outra, sobre o córrego Ouro Fino, 30,5 metros de extensão, ambas na MT-100, no sentido Araguaiana.

Está em processo de licitação a pavimentação de 18 km da MT-100, entre Torixoréu e Pontal do Araguaia, cujo perímetro urbano é conurbado à Barra do Garças. É parte de um pacote de obras de infraestrutura rodoviária de 63,4 km na MT-100, cujos investimentos estimados somam R$ 57,2 milhões – R$ 24,7 milhões em pavimentação e R$ 32,5 milhões em melhoramentos.

Leia Também:  Liberdade de expressão: Twitter e Facebook vão recorrer de decisão do STF

Santa Carmem, 507 km de Cuiabá no sentido norte, está sendo beneficiada com a pavimentação de 70,5 km nas rodovias MT-140 e MT-422. São 30,5 km na MT-140, no sentido Vera; e 40 km na MT 422, entre entroncamento da MT-140 e entroncamento da MT-423, em direção à União do Sul.

As obras na MT-140 resultam de um convênio entre Sinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística) e prefeituras de Santa Carmem e Vera, enquanto na MT-422 os investimentos vêm de uma PPP (parceria público-privada) social com a Associação dos Beneficiários da “Rodovia João Adão Scheeren”. Os investimentos totais somam R$ 50,5 milhões.

Saúde

Para contribuir no combate à pandemia da Covid-19, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) enviou aos dois municípios 5.550 testes rápidos para detecção do vírus, dos quais 5.175 para Barra do Garças, além de medicamentos, total de 239.864 comprimidos entre azitromicina, ivermectina e dipirona, também distribuídos em gotas, num total de 4.588 frascos.

Barra Garças sedia, ainda, um escritório regional de Saúde, para atender, além de seus 61.135 habitantes, nove municípios em seu entorno (Araguaiana, Campinápolis, General Carneiro, Nova Xavantina, Novo São Joaquim, Pontal do Araguaia, Ponte Branca, Ribeirãozinho e Torixoréu).

Em repasses financeiros, Barra do Garças recebeu em 2020 (até setembro) R$ 30,6 milhões referentes a ICMS, IPVA e Fethab, além de outros R$ 20,6 milhões em assistência social, transporte escolar, convênios na área de saúde e emendas parlamentares, entre 2019 e julho deste ano.

Com 4.563 habitantes, Santa Carmem recebeu R$ 8,37 milhões em repasses de ICMS, IPVA e Fethab, além de outros R$ 2,29 milhões em assistência social, transporte escolar, convênios na área de saúde e emendas parlamentares.

Leia Também:  Bolsonaro tenta conter desalinhamento entre articulação política e economia

Economia

Enquanto em Barra do Garças, o setor de serviços responde pela metade do PIB municipal, avaliado em R$ 1,754 bilhão; em Santa Carmem, a agropecuária, principal formador, responde ao lado do setor de serviços por 75% de um total de R$ 310,57 milhões. Os números, do IBGE, são de 2017.

Segundo o Observatório do Desenvolvimento da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Barra do Garças conta com um frigorífico, uma indústria de ração animal e quatro distribuidoras de insumo. Em Santa Carmem opera uma distribuidora de insumos.

Embora bem abaixo de Ortigueira (PR), primeiro do ranking nacional, com 733 toneladas, Barra do Garças e Santa Carmem respondem pela terceira e quarta posição na produção de mel de abelha em Mato Grosso. Produziram em 2018 (IBGE), respectivamente 37 e 34,8 toneladas. O rebanho bovino soma 457,6 mil cabeças, das quais 428,6 em Barra do Garças.

Tanto em soja quanto em milho, a produção santa-carmense é bem superior à barra-garcense. Na soja, são 342 mil toneladas contra 103,2 mil, enquanto no milho, 443,5 mil toneladas contra 2,4 mil toneladas. Ambos os municípios ainda produzem em comum borracha e mandioca.

Abertura plantio de milho 2019 encerramento colheita da soja 2018/2019 – Créditos: Christiano Antonucci – Separadamente, Santa Carmem produz ainda banana, arroz, feijão e melancia. Barra do Garças, cana-de-açúcar, coco e uva
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Banhista desaparece após se afogar na Cachoeira da Mulata

Publicados

em

Foto: CBM-MT

Fabrício de Jesus Santos da Silva, de 22 anos desapareceu depois de se afogar na Cachoeira da Mulata durante um passeio em Jaciara, (a 142 km de Cuiabá) na manhã desse sábado (26).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a cachoeira está localizada na MT-457, estrada do Parque Cachoeira da Fumaça.

Fabrício estava junto com o cunhado no local quando decidiu entrar em uma fenda da Cachoeira da Mulata.

Segundo testemunhas, o jovem teria sido sugado e, em seguida, não foi mais visto.

Uma equipe de mergulhadores do Corpo de Bombeiros está no local para tentar localizar a vítima.

Fonte: unicanews

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Liberdade de expressão: Twitter e Facebook vão recorrer de decisão do STF
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA