CUIABÁ

No dia mundial da limpeza, Prefeitura de Cuiabá e voluntários retiram quase 9 toneladas de lixo do rio Coxipó

Publicados

em


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

A Prefeitura de Cuiabá participou da ação de  limpeza do projeto Dia Mundial da Limpeza, que recolheu cerca de nove toneladas de resíduos sólidos  nas margens e no leito do rio Coxipó, na região do Distrito do Coxipó do Ouro, na manhã do último sábado (18). 

O prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro, designou secretários Oscarlino Alves (Turismo), Renivaldo Nascimento (Meio Ambiente), Vanderlúcio Rodrigues (Limburb), JulianoCoutinho (subprefeito) e o vice-prefeito e secretário de Obras, José Roberto Stopa, para participarem do projeto para preservação do rio Coxipó. 
O secretário de Turismo, Oscarlino Alves, lamentou a falta de educação e consciência de alguns frequentadores que usufruem do rio  para lazer. O acúmulo de lixo durante os finais de semana é assustador. “E não adianta, toda a semana a Prefeitura de Cuiabá, por meio do programa Cata Treco retira desse espaço onde a população vem para tomar banho, toneladas de lixo, como garrafas, fraldas descartáveis  Falta consciência de alguns, porque este local pertence a população e por isso, é preciso cuidarmos para as próximas gerações. Aqui é um atrativo turístico e o prefeito Emanuel Pinheiro prepara uma evolução para este setor na nossa cidade”, comentou ele. 
O presidente da Associação do Coxipó do Ouro, Thiago Pedroso,  lembra que a data se comemora o dia o  Dia Mundial da Limpeza, e um grupo de voluntários do Lions Clube, escoteiros  e população, decidiram  realizar uma limpeza no rio Coxipó. Essa é a primeira ação e queremos fazer ao menos duas vezes por ano de  seis em seis  meses, juntamente com uma parceria com a Prefeitura de Cuiabá, com o programa Cata Treco e com a Pasta do Turismo para fomentar a região”, concluiu.
Ação social contra a poluição

O Dia Mundial da Limpeza é um evento que envolveu mais de 50 milhões de pessoas em 180 países no ano passado. Trata-se de uma ação social global destinada ao combate de toneladas de lixo descartadas de modo incorreto no meio ambiente de todo o planeta.

Leia Também:  Câmara aprova revogação de artigo do Programa "Renda Solidária" e beneficia feirantes

O Brasil tem 12% da reserva de água doce do mundo e mais de 70% das reservas hídricas do país se concentram na Amazônia, segundo dados da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico. Nas últimas décadas, o desmatamento de encostas e das matas e o uso inadequado dos solos têm contribuído para a diminuição dos volumes e da qualidade da água, bem natural insubstituível na vida do ser humano.

(Com informações Agência Brasil). 

 
 
 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CUIABÁ

Vereador realiza ações com objetivo de orientar cuiabanas sobre o câncer de mama

Publicados

em


Da assessoria

O vereador por Cuiabá, Dr Luiz Fernando (Republicanos), iniciou neste mês de outubro uma ação no gabinete 23 com objetivo de orientar a população cuiabana sobre o câncer de mama.

Conforme um levantamento feito pelo time de Data Analytics da Dasa, rede de saúde integrada, quase 3 milhões de mulheres deixaram de rastrear a doença no último ano por conta da pandemia. E, por conta disso, a Dasa estima que mais de 49 mil casos suspeitos de câncer de mama deixaram de ser rastreados dentro das redes de saúde.
Na avaliação do parlamentar, os dados trazem um agravante já que o câncer de mama é o mais prevalente entre as mulheres e a primeira causa de morte por câncer na população feminina. Além disso, 1% da população masculina também é acometida pelo problema.
“Não podemos deixar esse alerta de lado, apesar de vivermos em um período pandêmico, pois essas doenças nunca deixaram de existir nesses meses de pandemia e muitos menos de levar pessoas pela falta de tratamento e até mesmo de saber o diagnóstico precoce”, observou o vereador.
Para se ter uma ideia, mais de 600 casos de câncer de mama foram registrados em Mato Grosso, em menos de dois anos. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES-MT), foram registrados 243 casos de câncer de mama em mulheres em 2021 e 435 casos de câncer de mama em mulheres em 2020. Também houve o registro de 4 casos de câncer de mama em homens no ano de 2021.
De acordo com o Atlas de Mortalidade online do Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2019, 199 mulheres foram a óbito por câncer de mama em Mato Grosso. Neste mesmo ano, foram registradas 3 ocorrências de óbitos em homens. Até o momento, não foi disponibilizada a taxa de mortalidade de 2020 e 2021, pois o processamento de dados ainda não foi concluído pelo INCA. Já no Brasil, foram mais de 66 mil novos casos da doença em mulheres.
Por conta da situação alarmante no Estado e em todo o mundo, o vereador lançou uma campanha de orientação no gabinete 23 na Câmara Municipal de Cuiabá.
Um folheto informativo foi produzido e durante todo o mês será distribuído nas principais unidades de Saúde da Capital. Dentre os locais já percorridos estão: Policlínica do Verdão, Upa Pascoal Ramos, Policlínica do Pedra 90, Posto de Saúde do bairro Tijucal e também da região do Osmar Cabral.
“Vamos continuar nos próximos 15 dias com essa ação. Temos três hospitais referências para tratamento da doença. E não vamos deixar de incentivar a prevenção que é a principal ação para reduzir os riscos e taxa de mortalidade”, finalizou.

Leia Também:  Especial um ano: Espaço de Acolhimento encaminha mulheres para qualificação profissional

Rayane Alves/Gabinete Vereador Dr. Luiz Fernando

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA