ENTRETENIMENTO

Lukinhas se une a Pelé MilFlows no novo single e clipe de “Sol da Favela”

Publicados

em


source

The Music Journal Brazil

undefined
Redação

Lukinhas se une a Pelé MilFlows no novo single e clipe de “Sol da Favela”

Celebrando o Dia da Consciência Negra , o cantor Lukinhas se uniu ao Pelé MilFlows para lançar o single e clipe de Sol da Favela , que já está disponível nas plataformas digitais pela Som Livre , via Inbraza e Liga Entretenimento.

A música de ritmo suave e contagiante, que conta com toques de Bossa Nova sem perder toda essência do funk e rap, característicos do trabalho de Lukinhas , exalta a beleza da mulher negra moradora de favela.

Sol da Favela é uma releitura do clássico Garota de Ipanema do maestro soberano Tom Jobim , apresentando a atmosfera urbana e periférica como inspiração. O vídeo começa com imagens das lindas praias da Zona Sul do Rio de Janeiro e mostra dois jovens apaixonados.

Na sequência, cenas do casal em atividades cotidianas na comunidade da Asa Branca , na Zona Oeste do Rio, onde se passa o clipe. O cantor, que cresceu no local, busca levantar a força da comunidade, o antirracismo e a igualdade social como suas principais bandeiras.

Leia Também:  Felipe Neto debate com ministro do STF Luís Roberto Barroso em live

Ouça:

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Fãs afirmam que novo clipe de Pabllo Vittar sofre censura do Youtube

Publicados

em


source
Pabllo Vittar em cena do novo videoclipe%2C da música Bandida
Divulgação/Pabllo Vittar

Pabllo Vittar em cena do novo videoclipe, da música Bandida

A repercussão do videoclipe de “Bandida”, primeiro single da versão deluxe do álbum 111, da Pabllo Vittar , tem sido intensa. Lançado na última sexta-feira, 27, o clipe tem sido motivo de discussão e levantamento de tags no Twitter. Os fãs afirmam que o Youtube está restringindo as pesquisas do vídeo, que já tem mais de um milhão de visualizações.

Ao longo de todo o sábado, 28, a tag “Youtube homofóbico” ficou entre os cinco assuntos mais comentados. Alguns fãs chegaram a explicar na rede social porque estavam acusando a plataforma de vídeo de discriminar a cantora.

“Ser artistas LGBTQI+ é sinônimo de resistência pois é boicote por cima de boicote. Eu pesquiso a música da Pabllo e olha, não encontra [sic]… BANDIDA SEM CENSURA + YOUTUBE HOMOFÓBICO”, disse um dos fãs no Twitter.

A tag “Bandida sem censura” entrou nos assuntos mais comentados logo em seguida. O argumento dos fãs é de que a plataforma de vídeos não está colocando o videoclipe como “Em alta”, mesmo ele tendo uma boa repercursão.

Na noite deste sábado, a própria Pabllo Vittar fez coro ao movimento e tweetou uma das tags: “Bandida sem censura”. A equipe da cantora teria alterado o nome do vídeo no Youtube, mas sem muito resultado, para “Bandid*”. 

Pabllo Vittar já foi censurada pelo Youtube antes, após a divulgação do videoclipe da música “Parabéns”, com participação de Psirico. Na época, a plataforma restringiu o acesso para menores de 18 anos, limitanto o aumento das visualizações.

“A gente sabe também que tem vários outros videoclipes muito mais nocivos no Youtube, com conteúdos muito mais explícitos, e não são restritos, não são banidos, nem sequer são lembrados”, disse Pabllo na época.

A versão deluxe do álbum 111 na última quinta-feira, 26, contendo duas faixas novas e exclusivas e nove remixes das faixas originais, mas com participações de vários artistas, principalmente LGBTI+.

Leia Também:  Joelma enfrenta processos trabalhistas na Justiça



Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA