GERAL

Governo federal entrega mais de 200 máquinas a municípios do Tocantins

Publicados

em


.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, entregou hoje (29) mais de 200 máquinas, tipo retroescavadeiras e pás-carregadeiras para municípios do Tocantins. A cerimônia foi no Palácio Araguaia, sede do governo do estado, em Palmas.

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho,  anuncia as medidas do governo federal relacionadas com a concessão de benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho,  anuncia as medidas do governo federal relacionadas com a concessão de benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho – Arquivo/Agência Brasil

O prefeito de Pedro Afonso e presidente da Associação Tocantinense dos Municípios, Jairo Mariano, assinou os termos de posse das máquinas, representando os prefeitos do estado.

Foram entregues no total, 139 retroescavadeiras sobre rodas, 80 pás carregadeiras sobre rodas e 12 escavadeiras hidráulicas com esteira. As prefeituras receberão as máquinas nos próximos dias.

Para o ministro Rogério Marinho, Tocantins é o estado solução do Brasil. “O sonho de 31 anos atrás se tornou realidade. O norte de Goiás hoje é um estado pujante, que, àa medida que os anos passam, vai se consolidando, não como problema, mas como a solução dos problemas.”

O estado do Tocantins foi criado em 5 de outubro de 1988,com a promulgação da Constituição Federal.

Leia Também:  Defensoria alerta para colapso no sistema de saúde do Rio

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

SP: Reclamações sobre conta de energia sobem 373% em junho

Publicados

em


.

O atendimento da Fundação Procon-SP registrou um aumento de 373%, de maio a junho, nas reclamações contra a empresa concessionária de energia elétrica do estado de São Paulo (Enel Distribuição São Paulo), por cobrança indevida.

Em maio, foram feitas 877 reclamações e, em junho, 4.151, sendo o pico dos atendimentos no dia 24, com mais de mil registros.

Os consumidores têm procurado os canais de atendimento do Procon-SP para reclamar de contas de energia elétrica em valores muito acima do esperado. Segundo a entidade, será realizada uma força-tarefa por especialistas para analisar todas as reclamações e avaliar as cobranças. Contas com aumento acima de 30% vão ser auditadas pela força-tarefa.

“Especialistas de proteção e defesa do consumidor irão realizar auditoria em todas as contas de energia (recalculo dos valores), a fim de verificar se a Enel cometeu algum erro ou abuso.Uma vez identificado erro ou abuso, as contas serão refaturadas. No caso do cálculo estar correto, o valor da conta será parcelado em até 12 vezes”, explicou o diretor executivo do Procon-SP, Fernando Capez.

Leia Também:  Plataforma oferece hospedagem gratuita para profissionais de saúde

Os consumidores que se sentirem prejudicados devem registrar uma reclamação na plataforma do @proconsp e juntar a conta questionada e de meses anteriores. A plataforma irá notificar a Enel individualmente para que esclareça os cálculos e detalhe como chegou ao valor final.

Para os casos em que ficar constatado que o valor está correto, será exigido que a Enel ofereça o pagamento parcelado em 8 vezes no boleto e em até 12 vezes no cartão de crédito. As irregularidades verificadas nas contas serão encaminhadas para a fiscalização e poderão gerar multa para a Enel.

Cobrança pela média durante a pandemia

Considerando o período de pandemia e a recomendação de isolamento social, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou que as empresas realizassem a cobrança mensal pela média dos últimos doze meses.

Como proceder para reclamar

Se a conta chegar no valor muito acima da média, o consumidor deve registrar uma reclamação nos canais de atendimento do @proconsp: no site ou aplicativo – disponível para Android e iOS.

A conta será auditada e, após análise, uma nova fatura será emitida com o valor correto e nova data de vencimento.

Leia Também:  Operação da PF prende quadrilha que mandava drogas para a Alemanha

Feito o registro no @proconsp o consumidor deve aguardar o resultado da análise para só assim efetuar o pagamento da conta.

O pagamento em nova data, mesmo se estiver correto o valor, não terá cobrança de juros e poderá ser parcelado em até 8 (oito) vezes no boleto ou em 12 (doze) vezes no cartão de crédito.

Se o consumidor já efetuou o pagamento, mas não concorda com o valor deve registrar reclamação; após a análise, se ficar constado aumento indevido, o valor será abatido nas próximas faturas.

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA