Saúde

ANVISA autoriza testes de duas vacinas contra o coronavírus em Mato Grosso

Publicados

em

Imagem: Sindimed

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) incluiu, hoje, Mato Grosso na lista de estados onde haverá testes de duas das mais promissoras vacinas contra o coronavírus. Um dos ensaios é conduzido pela empresa chinesa Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo.

No Brasil, os testes seriam aplicados, inicialmente, em 9 mil voluntários. Agora, com a nova autorização da agência, que também inclui o estado do Mato Grosso do Sul, a vacina será aplicada em 13 mil pessoas. Até o momento, mais de 5 mil testes já foram feitos no país, porém, os resultados ainda não foram divulgados.

A “CoronaVac” já passou pela fase 3 em 50 mil voluntários na China e se mostrou segura. No total, 94% dos voluntários não tiveram qualquer reação adversa, sendo que 5,3% tiveram reações com pouca gravidade, como fadiga ou febre leve. Os dados foram apresentados, hoje, pelo governador de São Paulo, João Dória (PSDB), o diretor do Butantan, Dimas Covas, e um representante da Sinovac.

Leia Também:  Prefeitura do interior oferece o dobro do que o estado paga para contratar médico

No país asiático, a CoronaVac já está liberada para vacinação emergencial, enquanto outros estudos são conduzidos. Os resultados definitivos devem ser divulgados em novembro. No Brasil, a previsão feita pelo governo de São Paulo é ter, até dezembro, um estoque de 46 milhões de doses para imunizar toda a população do Estado. Se o cronograma for mantido e a vacina mostrar resultados satisfatórios, a campanha de imunização naquele estado começaria até fevereiro.

A outra vacina que também será testada em Mato Grosso é a Ad26.COV2.S da Janssen-Cilag, braço farmacêutico da multinacional Johnson & Johnson. O estudo, com 8 mil voluntários no Brasil, começará em outubro. A vacina da empresa está na fase 3 de ensaios clínicos. Nas fases anteriores, realizadas com voluntários nos Estados Unidos e Bélgica, os resultados foram considerados satisfatórias. Caso tenha sucesso na última fase, a farmacêutica pretende produzir 1 bilhão de doses em 2021.

Até agora, a covid-19 já fez 138,9 mil vítimas no Brasil. Em Mato Grosso, mais de 3,3 mil pessoas morreram, desde o início da pandemia, em março.

Leia Também:  PROMESSA: MT terá 4,7 mil km de obras de asfalto novo e recuperação de rodovias

Fonte: Sindimed

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Menina de 10 anos é vítima de pedófilo amigo da família em Chapada dos Guimarães

Publicados

em

Marcus Vaillant

Pedófilo de 64 anos foi denunciado, acusado de estuprar uma menina de 10 anos, em Chapada dos Guimarães (67 km ao Norte de Cuiabá). “Seo Moreira”, como é conhecido, é amigo da família da vítima desde 2016. Ele já tem passagens pelo mesmo crime, sendo acusado de estuprar a própria enteada.

De acordo com as informações, a tia da vítima foi quem descobriu que os abusos ocorreram e contou para a mãe dela. Disse ainda para que ela conversasse com a filha, pois temia que ela tivesse sofrido mais coisas.

Para a mãe, a menina contou detalhes de como os abusos aconteceram. Segundo a menina, o agressor aproveitava momentos como, banho no rio, por exemplo, para cometer os abusos.

Ele colocava o pênis para fora da roupa e fazia contato com o corpo dela. Também beijava sua boca, além de pegá-la no colo para esfregar em seu corpo.

A denunciante acredita que os abusos acorram há 3 anos. O caso foi registrado na delegacia da cidade, onde a Polícia descobriu que há contra o agressor outros registros de estupro, um deles foi cometido contra a ex-enteada quando ela era menor.

Leia Também:  Estudo da UFMT afirma que Cuiabá será uma das primeiras cidades a sair da pandemia em Mato Grosso

O crime será investigado pela Polícia Civil. Como não há flagrante, o pedófilo não foi preso.

Fonte: Gazeta Digital

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA