MATO GROSSO

Fundação Nova Chance assina termo que oportuniza trabalho a reeducandos de Tangará da Serra

Publicados

em


Ampliando sua atuação na política de emprego e ressocialização na região sudoeste de Mato Grosso, a Fundação Nova Chance (Funac), vinculada à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), assinou um Termo de Intermediação de mão de obra de recuperandos com o Conselho da Comunidade de Tangará da Serra e a Prefeitura do município.

Com assinatura do documento, reeducandos do Centro de Detenção Provisória de Tangará da Serra poderão ser contratados para desenvolver atividades laborais na cidade. Inicialmente, 13 reeducandos começaram, nesta quinta-feira (13.01), a desenvolver ações como a de pavimentação das vias públicas de Tangará da Serra, a expectativa é que até 40 recuperandos possam ser empregados nas atividades de forma remunerada.

A contratação remunerada de reeducandos está prevista na Lei de Execução Penal (LEP), no qual, o salário para quem está no regime fechado é dividido em três partes. Uma parte vai para uma poupança que o reeducando pode sacar quando estiver em liberdade, outra parte, se desejar, pode ser encaminhada para família e a última parte pode ser utilizada para comprar produtos dentro da unidade. 

Leia Também:  Pnad 2020: cai rendimento do trabalho e aumenta transferência de renda

O presidente da Funac, Emanoel Flores, ressaltou a importância dessa cooperação com o município de Tangará da Serra e enfatizou os resultados positivos que são obtidos por meio de parcerias como essa.

“O processo de ressocialização inicia no cárcere e oportunizar emprego aos reeducandos é fundamental. Destacamos, como resultado positivo desta cooperação, a reinserção na sociedade das pessoas que cumprem pena, gerando renda para o assistido e sua família, além da redução da reincidência que é possível observar”, destacou o presidente da Funac.

O diretor da unidade, Roberto de Souza Siqueira, pontuou a importância de oportunizar o trabalho aos recuperandos. “Esse termo só vem a somar. É muito importante proporcionar oportunidades de reinserção social aos reeducandos, e por meio do trabalho isso é possível. É um projeto que se torna realidade na nossa unidade, agradeço a todos os parceiros envolvidos”.

O horário de trabalho deve ser realizado de segunda a sexta-feira, em 8 horas diárias, respeitando o intervalo do almoço e descanso. Pelo trabalho, o reeducando recebe a remição de pena, a cada três dias trabalhados, é descontado um dia da pena.

Leia Também:  João Batista recebe Moção de Aplausos pelo trabalho em prol da segurança pública

(Com supervisão de Julia Oviedo) 

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Seduc vai chamar aprovados no processo seletivo por ordem de classificação

Publicados

em


Os profissionais aprovados no Processo Seletivo Simplificado (PSS), da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), deverão aguardar o contato das Diretorias Regionais de Educação (DREs) para agendamento das reuniões online, conforme ordem de classificação decrescente em cada polo.

As reuniões devem começar nesta quarta-feira (26.01) para orientar sobre as vagas existentes no polo. Em seguida, se for de interesse do candidato lecionar na escola que tiver a vaga, será feita a atribuição do contrato a ser emitido a partir de fevereiro. O contato será no e-mail ou telefone. O resultado final do seletivo foi divulgado no dia 20 de janeiro pelo Instituto Selecon.

A lista com o resultado está dividida pelos polos das Diretorias Regionais de Educação (DREs) de Alta Floresta, Barra do Garças, Confresa, Cuiabá, Cáceres, Diamantino, Juara, Juína, Matupá, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Rondonópolis, Sinop, São Félix do Araguaia e Tangará da Serra.

O objetivo do processo seletivo é a escolha por ordem de classificação decrescente de professor, técnico administrativo educacional (TAE) e apoio administrativo educacional (AEE) para contratação temporária em demandas que não são caracterizadas como vagas de concurso, tais como aulas residuais e licença médica, para substituir servidores efetivos que, anualmente, são designados para funções como diretor, coordenador, secretário e assessor pedagógico na rede escolar.

Leia Também:  Polícia Militar lança ‘Operação Guardião do Nortão’ para garantir a segurança em eleição em Matupá

Os profissionais admitidos irão desempenhar funções em carga horária de 30 horas semanais e contarão com salários de R$ 1.422,39 a R$ 4.436,54 ao mês. Cerca de 40 mil profissionais da educação se inscreveram no processo seletivo. A prova foi realizada em dezembro de 2021. 

Outras Informações nas Diretorias Regional de Educação:

Alta Floresta – 66 3521-1647 ou 3521 4093

Barra do Garças – 66 3401 – 7551 ou 3401 7945

Cáceres – 65 3223 7537 ou 3223 4542

Confresa – 66 3564 1176 ou 3564 1436

Cuiabá – 65 3637 1037 ou 3622 4094

Diamantino – 65 3336 1815

Juína – 66 3566 3048 ou 3566 3395 1039

Matupá – 66 3595 1128 ou 3595 2110

Pontes e Lacerda – 65 3266-4513

Primavera do Leste – 66-3498 7404

Querência – 66 3529 1763

Rondonópolis – 66 3423 2395

Sinop – 66 3531 7959 ou 3531 7023

Tangará da Serra – 65 3326-9318 ou 3326 7814

Leia Também:  Pnad 2020: cai rendimento do trabalho e aumenta transferência de renda

Várzea Grande – 65 3692 6110 ou 3682 9846

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA