19 óbitos nas últimas 24 horas

Mato Grosso registra 120.374 casos e 3.394 óbitos por Covid-19

Publicados

em

Foram notificadas 646 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado - Foto por: Tchélo Figueiredo - Secom/MT
Há 246 internações em UTIs públicas e 250 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 58% para UTIs adulto e em 28% para enfermarias

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (26.09), 120.374 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 3.394 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 646 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 120.374 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 15.678 estão em isolamento domiciliar e 100.576 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, 246 internações em UTIs públicas e 250 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 58,57% para UTIs adulto e em 28% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (23.437), Várzea Grande (8.919), Rondonópolis (8.759), Lucas do Rio Verde (5.458), Sorriso (5.076), Sinop (5.061), Tangará da Serra (4.869), Primavera do Leste (3.945), Cáceres (2.795) e Campo Novo do Parecis (2.676).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  'É muito mais barato abrir leitos do que fechar economia', diz governador do MT

O documento ainda aponta que um total de 96.444 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 751 amostras em análise laboratorial.

Fonte: Governo MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Menina de 10 anos é vítima de pedófilo amigo da família em Chapada dos Guimarães

Publicados

em

Marcus Vaillant

Pedófilo de 64 anos foi denunciado, acusado de estuprar uma menina de 10 anos, em Chapada dos Guimarães (67 km ao Norte de Cuiabá). “Seo Moreira”, como é conhecido, é amigo da família da vítima desde 2016. Ele já tem passagens pelo mesmo crime, sendo acusado de estuprar a própria enteada.

De acordo com as informações, a tia da vítima foi quem descobriu que os abusos ocorreram e contou para a mãe dela. Disse ainda para que ela conversasse com a filha, pois temia que ela tivesse sofrido mais coisas.

Para a mãe, a menina contou detalhes de como os abusos aconteceram. Segundo a menina, o agressor aproveitava momentos como, banho no rio, por exemplo, para cometer os abusos.

Ele colocava o pênis para fora da roupa e fazia contato com o corpo dela. Também beijava sua boca, além de pegá-la no colo para esfregar em seu corpo.

A denunciante acredita que os abusos acorram há 3 anos. O caso foi registrado na delegacia da cidade, onde a Polícia descobriu que há contra o agressor outros registros de estupro, um deles foi cometido contra a ex-enteada quando ela era menor.

Leia Também:  Ceará decide que irá prorrogar quarentena; estado é o 3º com mais casos

O crime será investigado pela Polícia Civil. Como não há flagrante, o pedófilo não foi preso.

Fonte: Gazeta Digital

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA