Publica ainda hoje

Mauro Mendes prepara novo decreto determinando retorno das atividades “não essenciais”

Publicados

em

Internet

Atualização: 15:25hrs – A deputada Janaina Riva publicou em redes sociais a confirmação de nossa matéria, agora é aguardar a publicação do decreto.

Fonte: Facebook/Janaina Riva

Já é do conhecimento de que o governador Mauro Mendes prepara para publicação ainda na tarde de hoje de um novo decreto determinando a retomada das atividades consideradas “não essenciais”.

Em resumo, o novo decreto faz ressalvas quanto à capacidade de atendimento presencial, em que municípios de risco muito alto, a capacidade máxima será de 50% da capacidade do local, e de risco alto ou abaixo, de 70% da capacidade do local.

As medidas de biossegurança serão mantidas e exigidas, e os municípios só poderão determinar regras mais rígidas somente em casos em que a classificação de risco determinada pela SES-MT sofrer alteração pra pior.

Até que enfim alguém enxergou que prender o povo em casa não traz nenhuma melhora nos resultados, e aliado a isto, algumas das últimas medidas do governo e da prefeitura foram efetivamente eficazes, como o aumento das UTIs disponíveis e o centro de triagem que está funcionando na arena pantanal.

Leia Também:  SES é notificada sobre três mortes por Covid-19 em MT

Desde a primeira decisão judicial que determinou a quarentena obrigatória este portal vem insistentemente alertando que tais medidas não terão sucesso e assim aconteceu, e ao que parece, a nova decisão do governador, associada às novas medidas estabelecidas é que vão começar a resolver os problemas, saúde e financeiro.

Da redação

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Governo demitiu servidor acusado pelo Gaeco

Publicados

em

Palácio Paiaguás - Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT

O servidor Wanderson de Jesus Nogueira que exercia a função de Secretário Adjunto Sistêmico, da Casa Civil, já foi demitido do cargo, na noite de quinta-feira (24.09), assim que chegou ao conhecimento do Governo de Mato Grosso a prisão. A demissão será publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (25.09).

O Governo reiterou que não coaduna com qualquer prática de crime e que atua fortemente no combate à corrupção.

Toda denúncia de possível irregularidade terá sempre o respaldo do Governo para sua investigação, esclarecimento e o apoio à punição severa de qualquer servidor ou cidadão envolvido em corrupção.

Fonte: Governo MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  MP investiga compra de antibióticos ineficazes contra Covid-19 no Rio
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA