Saúde

Perda de olfato e paladar não são sintomas mais comum de covid em Cuiabá

Publicados

em

Christiano Antonucci/Secom

Quando se fala em covid-19, muitas pessoas desconfiam que podem estar com a doença quando perdem o olfato ou o paladar. No entanto, segundo boletim epidemiológico de Cuiabá, na Capital esses não são os sintomas mais comuns entre as pessoas que testaram positivo entre os dias 14 e 27 de março.

Segundo o boletim, o sintoma mais comum é a tosse, que apareceu em 57,9% dos casos. O segundo sinal mais frequente é a febre, que ocorreu em 48,5% dos diagnósticos. O terceiro é dor de cabeça (46%).

A perda de paladar é o 5º sintoma mais comum e foi apresentado em 28,7% dos casos. Logo em seguida vem a perda de olfato, que ocorreu em 28,5% dos diagnosticados com a doença. Também foi mostrado pelo boletim que entre as pessoas que perdem o paladar, 77,3% delas também perde o olfato.

Das pessoas que testaram positivo para covid-19 no período analisado pelo boletim, 9% delas não apresentou nenhum sintoma, ou seja, são os famosos assintomáticos. Muitos deles foram atrás de atendimento médico após terem tido contato com alguém contaminado pelo vírus.

Leia Também:  Quarta-feira (05): Mato Grosso registra 58.475 casos e 2.013 óbitos por Covid-19

Já entre as pessoas diagnosticadas com covid-19 que precisaram de internação, 60% delas tinha alguma doença associada, isto é, uma comorbidade. Em 41,4% delas, a doença era a hipertensão arterial e 21,9% dos que tinham comorbidades já possuíam diagnóstico de diabetes.

Fonte: Gazeta Digital

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Governo de Mato Grosso disponibiliza 150 vagas de home care a pacientes do interior

Publicados

em

A estimativa é de que sejam atendidos aproximadamente 300 pacientes dessas cinco unidades de saúde, sendo 150 da Baixada Cuiabana, 50 da região de Cáceres, 50 de Sinop e outros 50 de Rondonópolis - Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT
Nesta sexta-feira (16), o serviço foi colocado à disposição de pacientes dos Hospitais Regional de Cáceres, Rondonópolis e Sinop

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), inicia, a partir desta sexta-feira (16.04), a admissão no serviço de home care de pacientes com quadro de saúde estável que estejam em tratamento da Covid-19 nas enfermarias dos Hospitais Regionais de Cáceres, Rondonópolis e Sinop.

Na segunda-feira (12.04), a admissão de pacientes no serviço iniciou para os hospitalizados do Hospital Estadual Santa Casa e do Hospital Metropolitano. A estimativa é de que sejam atendidos aproximadamente 300 pacientes dessas cinco unidades de saúde, sendo 150 da Baixada Cuiabana, 50 da região de Cáceres, 50 de Sinop e outros 50 de Rondonópolis.

O objetivo do Programa de Assistência Domiciliar (PAD) Covid-19 é garantir a desospitalização segura, com mais saúde e bem-estar ao paciente hospitalizado que precisa passar por um tratamento paliativo contra o coronavírus, mas não necessariamente precisa continuar internado.

A supervisão da estrutura para a viabilização do atendimento é feita pela Regulação do Estado. A indicação para o tratamento em casa é realizada pelo médico que acompanha o paciente. A proposta do home care é manter a qualidade do serviço ofertado pelas unidades hospitalares do Estado na casa da pessoa assistida.

Leia Também:  Enfermeiros e técnicos lideram lista de profissionais da saúde contaminados pela covid-19 em MT; 43

Atuarão neste serviço técnicos de enfermagem, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos e um médico. Além disso, é disponibilizado o transporte para caso haja a necessidade de locomoção, e a supervisão dos profissionais da Regulação e dos hospitais de origem dos pacientes.

Fonte: Governo MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA