Fronteira

Policiais prendem seis pessoas e apreendem materiais avaliados em mais de R$ 400 mil

Publicados

em

Foto por: Fronteira/Sesp-MT
Entre os materiais apreendidos estavam cinco veículos, 276 lascas e 155 palanques da madeira aroeira

Em apenas um dia, seis pessoas foram presas na região de fronteira, por estarem em posse de veículos e madeiras produtos de roubo e crime ambiental, nos municípios de Vila Bela da Santíssima Trindade (540 km a Oeste de Cuiabá) e Porto Esperidião (322 km a Oeste da capital). Ao todo, o prejuízo ao crime resultou em R$ 456.979,00.

Durante uma ação integrada entre o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e a Delegacia Especial de Fronteira (Defron), por volta das 15h de sábado (28.11), em Porto Esperidião, quatro pessoas foram presas durante patrulhamento na zona rural do município. O fato ocorreu após os policiais receberem informações via base Gefron sobre o roubo de duas caminhonetes de cor branca na cidade de Cáceres, e de que ambas estariam sendo levadas a Porto Esperidião.

Diante da informação, equipes realizaram patrulhamento e na estrada vicinal conhecida como cabriteira encontraram as duas caminhonetes em alta velocidade, seguindo sentido a Bolívia. Sinais sonoros e luminosos foram emitidos pelos policias, mas os suspeitos não respeitaram a ordem de parada. O primeiro veículo colidiu e os suspeitos fugiram pela mata junto com as duas pessoas do segundo veículo.

Leia Também:  Idoso de 89 anos morre de covid-19 a caminho da UTI

De imediato, foram efetuadas buscas pela mata e encontradas as quatros pessoas, que relataram que levariam os dois veículos para o país vizinho. Após a consulta das placas dos veículos, ambos constataram produtos de roubo em Cáceres.

Três dos quatros suspeitos possuem antecedentes criminais por porte ilegal de arma de fogo, lesão corporal, ameaça, furto, roubo e receptação. Diante do caso, os quatros suspeitos, juntamente com os veículos, foram encaminhados para base do Gefron, em Cáceres. O prejuízo total ao crime foi de R$ 195.572.

Na madrugada de sábado (28.11), na MT-199, região de Nova Fortuna, em Vila Bela da Santíssima Trindade, uma equipe do Gefron avistou dois caminhões, sendo um Mercedes-Benz de cor vermelha e outro de cor amarela em atitude suspeita. Na ocasião, foi realizada a abordagem veicular, que constatou na carroceira dos veículos 276 lascas e 155 palanques, ambos da madeira aroeira.

Ao serem questionados pelos policiais, os dois suspeitos revelaram não possuírem guia florestal para transporte do material e que as aroeiras foram buscadas em uma propriedade rural e seriam entregues a uma pessoa em Vila Bela.

Os dois caminhões estavam avaliados em R$ 110 mil. Já as madeiras foram avaliadas em R$ 114,2 mil, portanto, o prejuízo total ao crime foi de R$ 224.850.

Leia Também:  Mato Grosso recebe 11 mil doses da CoronaVac nesta segunda-feira (25)

Diante da situação, os dois suspeitos, juntamente com os materiais, foram conduzidos para Delegacia de Polícia Civil de Vila Bela da Santíssima Trindade.

Outra ocorrência

Na tarde de sábado (28.11), em Porto Esperidião, um Fiat Mobi de cor prata com placas de Belo Horizonte foi recuperado por apropriação indébita pelos policiais, em um acostamento do município. Nenhum suspeito foi localizado.

Na checagem veicular via base Gefron foi constatado ser um veículo de uma locadora da cidade de Jundiaí (São Paulo). O veículo foi retirado da locadora no dia 25 de novembro e teria que ser devolvido no dia 28 do mesmo mês, mas a devolução não ocorreu. Na ocasião, foi chamado um guincho para a remoção do veículo e depois encaminha-lo para a base do Gefron, em Cáceres, para providências que o caso requer. O prejuízo ao crime resultou em R$ 36.557,00.

Uma outra ocorrência por apropriação indébita também foi registrada, no dia 27 de novembro deste ano, envolvendo a mesma locadora, na qual um veículo VW Virtus foi transportado de São Paulo até a cidade de Porto Esperidião.

Fonte: Governo MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Terça-feira (26): Mato Grosso registra 210.567 casos e 5.019 óbitos

Publicados

em

Um total de 181.247 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) - Foto por: Tchélo Figueiredo
Há 273 internações em UTIs públicas e 307 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 67% para UTIs adulto e em 35% para enfermarias.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (26.01), 210.567 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.019 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.563 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 210.567 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 7.696 estão em isolamento domiciliar e 196.826 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 273 internações em UTIs públicas e 307 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 67,92% para UTIs adulto e em 35% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (45.776), Rondonópolis (14.034), Várzea Grande (13.898), Sinop (11.118), Tangará da Serra (9.225), Sorriso (9.077), Lucas do Rio Verde (8.440), Primavera do Leste (6.428), Cáceres (4.908) e Nova Mutum (4.421).

Leia Também:  Tolerância zero: “Quem praticar crime ambiental em Mato Grosso vai pagar caro”, alerta governador

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 181.247 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 516 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última segunda-feira (25), o Governo Federal confirmou o total de 8.871.393 casos da Covid-19 no Brasil e 217.664 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 8.844.577 casos da Covid-19 no Brasil e 217.037 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de terça-feira (26).

Recomendações

Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia Também:  VERGONHA: Emanuel é o primeiro réu eleito prefeito na história de Cuiabá

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: Governo MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA