MATO GROSSO

Produções sustentáveis e apresentações artísticas marcam 3ª edição da Feira Gaia

Publicados

em


Com caráter itinerante – a fim de revelar e oxigenar espaços culturais da cidade – a 3ª edição da Feira Gaia ocorre neste sábado (16.10), no Museu de História Natural Casa Dom Aquino. Dezenas de stands e apresentações artísticas podem ser conferidas das 16h às 23h, com entrada gratuita. Ativistas do meio ambiente e da cultura indígena de Mato Grosso também tem participação especial.

Movidas pela vontade de transformar o meio em que vivem, a artista visual Adriana Milano e a especialista em conexão de negócios Bruna Ângelo assumiram protagonismo social, impulsionando a formação de uma rede que vem crescendo dia a dia.

A feira inclui artistas e empreendedores criativos que apostam na força do coletivo para exibir suas produções pautadas por valores sociais e ambientais a um público consumidor exigente e consciente do peso de suas escolhas. O artesanal e o sustentável são comuns a essas produções. 

Ações paralelas, como de plantio e doações de árvores para a cidade conhecida por suas altas temperaturas e pouca iniciativa do poder público no sentido de mitigar o calor, intercalam as edições da Feira que neste ano, ganha ainda mais força com o incentivo da Lei Aldir Blanc. O projeto da 3ª edição foi aprovado pelo edital MT Criativo da Secretaria de Estado de Cultura, Esportes e Lazer de Mato Grosso.

Leia Também:  Mato Grosso recebe 45.230 doses de vacina contra a Covid-19 nesta quarta-feira (01) e quinta-feira (02)

Bruna conta que o ambiente gera não só bons negócios aos expositores, como também, novos projetos. “Os empreendedores comercializam suas peças, tornam sua marca conhecida e ainda acabam por se conectar a outros projetos. Nossa intenção é estimular também a formação de novos coletivos. Acreditamos no poder da coletividade na construção de um futuro melhor”.

A seu lado, Adriana reforça a premissa da Feira Gaia. “Queremos contribuir para um mundo mais justo, fomentar o empreendedorismo voltado ao desenvolvimento sustentável e promover discussões que vão de encontro às necessidades urgentes de nosso planeta”.

Lançamento

A partir das 16h, o jornalista Lucas Rodrigues lança na Feira Gaia seu segundo livro de contos, intitulado “Mascote do Caos”. O livro reúne 30 contos que misturam ficção e realidade, em uma espécie de “cronicontos”, cujos personagens variam entre pessoas comuns, celebridades (e subcelebridades) e até objetos – em tese – sem vida.

Ainda, 50% do valor arrecadado no lançamento será destinado à Associação Lunaar, que atua no resgate, cuidado e alimentação de cães e gatos.

Programação oficial

O Museu de História Natural Casa Dom Aquino, equipamento cultural da Secel-MT fica na avenida Beira Rio, 2000, no bairro Porto.

16h – Abertura Oficial da Feira

Leia Também:  TCE julga 39 processos nesta terça-feira

17h – Participação de Anna Maria Ribeiro, historiadora, etnóloga e escritora

17:15h às 18:15h – Projeto Piano Gente – Piano ao pôr do Sol

18:20h às 18:40h – Participação de Darlene Yaminalo Taukane, do povo Kuiakware (Paranatinga). Ela é formada em Letras pela UNIC e tem Mestrado em Educação Escolar Indígena pela Universidade Federal de Mato Grosso. Coordena o Instituto Yukamaniru de Apoio às Mulheres Indígenas Bakairi e o Projeto Kywagâ que desenvolve linhas de modas indígena do Povo Kurâ Bakairi.

18:40h às 19:20h – DJ Renato Milano

19:20h –  Participação de Cleide Arruda, engenheira florestal, mestre em Ciência Florestal e Ambiental e diretora do Instituto Kurâdomôdo Cultura

19:30 – DJ Renato Milano

20h às 21h – Projeto Elã – DJs Henrique Santian e Paula Dias

21h às 23h – Raul Fortes, Raoni Ricci, Rodrigo Mendes e músicos convidados

Programação Simultânea

Theatro Fúria, com Pericles Anarckos e Carolina Argenta; Coma a Fronteira, com Caio Ribeiro; Spectro Lab Cena, com Douglas Peron e Millena Machado; Projeções fotográficas com imagens de Rai Reis, João Reis, Diogo Diógenes, José Medeiros e Henrique Santian. Também haverá lançamento do livro Mascote do Caos, de Lucas Rodrigues.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Governador: “Se com logística desfavorável, MT chegou onde chegou, imagina agora com os fortes investimentos do Governo”

Publicados

em


Durante o fórum “Mato Grosso Um Gigante do Brasil”, o governador Mauro Mendes falou das perspectivas do estado para os próximos anos e afirmou que os investimentos do Governo de Mato Grosso tem alavancado o setor econômico e social.

A abertura do fórum ocorreu na noite de sexta-feira (26.11) e contou com a presença do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, além de políticos mato-grossenses e empresários de todo o país.

“Hoje o Estado tem um relevante papel no agronegócio brasileiro. Mas podemos crescer muito mais. Nos próximos 10 anos a demanda mundial de alimentos vai crescer em torno de 20%. Só o brasil pode crescer isso em produção. E dentro do Brasil, só Mato Grosso tem capacidade para dobrar sua produção”, relatou.

A exigência global pela compra de produtos com origem sustentável foi destacada pelo governador, ao mencionar que Mato Grosso tem uma das metas mais ousadas de redução de carbono, que é a de neutralizar as emissões até 2035.

Leia Também:  Concurso é suspenso em Porto Esperidião após ação do MPMT

“Quando eu falo que Mato Grosso pode dobrar sua produção, considero essa exigência do mercado internacional pela sustentabilidade. A ampla maioria dos produtores já tem ciência disso e respeita a legislação. E mais: hoje nosso estado pode expandir muito a produção sem precisar de desmate ilegal”, afirmou.

Outro fator que tem tornado a economia mato-grossense mais competitiva, conforme Mauro Mendes, é a melhoria da logística, que ocorre por meio dos fortes investimentos do Governo do Estado por meio do programa Mais MT.

“Vamos terminar 2022 com mais de 2500 km de asfalto novo, em todas as regiões. Milhares de pontes de concreto e de aduelas substituindo balsas e pontes precárias de madeira. Asfalto restaurado são outros milhares de km. E também autorizamos a Ferrovia Estadual, outro marco inédito no país”.

“Ao longo das décadas conseguimos construir, mesmo longe dos portos, o agronegócio mais competitivo do mundo. Superamos essa dificuldade. Se com logística desfavorável, Mato Grosso chegou onde chegou, imagina agora com esses fortes investimentos do Governo”, destacou.

Leia Também:  Quarta-feira (15): Mato Grosso registra 529.288 casos e 13.674 óbitos por Covid-19

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, endossou a fala e afirmou que Mato Grosso tem dado exemplo de competitividade econômica.

“Quando eu vejo o governador falar do que foi feito em Mato Grosso, tenho certeza que os frutos serão colhidos no futuro em termos de produtividade, em avanço para a população. O Mato Grosso na sua importância agroindustrial é um exemplo para o Brasil”, pontuou.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA