29 óbitos nas últimas 24 horas

Sábado (27): Mato Grosso registra 14.128 casos e 533 óbitos por Covid-19

Publicados

em

Internet

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (27.06), 14.128 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 533 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. As 29 mortes mais recentes envolveram residentes de Pontes e Lacerda, Várzea Grande, Cuiabá, Rondonópolis, Lucas do Rio Verde, Jaciara, Cáceres, Primavera do Leste, Porto Esperidião, Barra do Garças, Sinop, Novo Mundo e Tangará da Serra.

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (3.394), Várzea Grande (1.120), Rondonópolis (1.068), Sorriso (636), Primavera do Leste (554), Tangará da Serra (528), Lucas do Rio Verde (497), Nova Mutum (390), Sinop (372), Campo Verde (320), Pontes e Lacerda (314), Confresa (309), Cáceres (242), Barra do Garças (194), Campo Novo do Parecis (190), Querência (178), Alta Floresta (145), Nossa Senhora do Livramento (141), Colíder (136) e Sapezal (131).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria.

Leia Também:  Quinta-feira (23): Mato Grosso registra 221 casos confirmados e sete óbitos por Covid-19

Nas últimas 24 horas, surgiram 736 novas confirmações no Estado. A área técnica esclareceu que foram corrigidas 14 ocorrências de duplicidade no sistema. Além disso, um caso anteriormente notificado em Tangará da Serra foi reposicionado para Campo Novo; outro de Várzea Grande foi para Poconé e um de Nova Bandeirantes foi para Peixoto de Azevedo. As correções levam em consideração os municípios de residência dos pacientes.

Dos 14.128 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 7.975 estão em isolamento domiciliar e 5.040 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 225 internações em UTI e 262 em enfermaria. Isto é, a taxa de ocupação está em 94,5% para UTIs e em 32,1% para enfermarias.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 50,5% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49,5% masculino; além disso, 3.839 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 17.408 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.233 amostras em análise laboratorial.

Leia Também:  Respiradores, monitores e equipamentos de proteção comprados pelo Governo chegam a MT

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Fonte: Saúde-MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Governador reforça união com prefeitos para o combate à Covid-19

Publicados

em

Internet

O governador Mauro Mendes reforçou que o momento é de união entre Estado e municípios para salvar vidas e combater o coronavírus. Ele citou as parcerias firmadas com as prefeituras para abertura de mais leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) como exemplo dessa união.

“Muitos prefeitos estão com dificuldade para abrir UTIs, seja para comprar os equipamentos – e essa é uma dificuldade em todo o país – seja para contratar profissionais. Por isso, o Estado tem trabalhado para a abertura conjunta dos leitos. O município habilita a UTI e o governo vai ajudar a custear essa Unidade, junto com o Ministério da Saúde. Serão R$ 2 mil pagos por dia por UTI para as prefeituras”, pontuou Mendes nesta sexta-feira (03.07), durante entrevista no MTTV 1ª edição, da TV Centro América.

“O Governo também está ajudando com os equipamentos que já conseguimos comprar e entregando aos municípios, como no caso dos respiradores que entregamos para que Cuiabá e Rondonópolis possam abrir mais leitos e ainda contratar profissionais de saúde para reforçar o quadro nos hospitais estaduais. Mas o certo é que todos precisam trabalhar juntos para que possamos vencer essa doença”, completou o governador.

Leia Também:  Ministro Ricardo Lewandowski decidirá se Bolsonaro deve apresentar exames

Mauro Mendes acredita que as parcerias firmadas pelas administrações estadual e municipais vão garantir a melhora na rede de saúde de Mato Grosso, uma vez que nas próximas semanas pelo menos mais de 150 leitos de UTI serão abertos em todo o Estado.

“Este é um momento de todos trabalharem juntos, como estamos fazendo, nos empenharmos na abertura de leitos e nos ajudarmos naquilo que for necessário”, declarou.

Ele argumentou ainda que todos os gestores, estadual e municipais, têm ainda responsabilidades para diminuir a propagação da Covid-19 e que uma das medidas é a adoção de um isolamento social mais restritivo, que deve ser decidido pelos prefeitos, porém, com total apoio do Estado.

“Já determinei que a Polícia Militar atue ostensivamente no apoio às medidas restritivas adotadas pelos municípios e reforce a fiscalização para garantir que as decisões por eles tomadas sejam cumpridas. Nesse momento, temos que fazer o que é certo para salvar vidas”, afirmou.

Ainda durante a entrevista, o chefe do Executivo Estadual alertou para que todos os mato-grossenses procurem um médico logo que sentirem os primeiros sintomas da doença, para que sejam medicados no início, evitando o agravamento da situação e a necessidade de internação.

Leia Também:  Governo começa a pagar hoje vale de R$ 600 para quem recebe Bolsa Família

“Para isso, estamos comprando os remédios que fazem parte do tratamento da Covid-19 e vamos entregar aos prefeitos para que o paciente saia do posto de saúde, de qualquer município, já medicado. Esse protocolo vai salvar muitas vidas em Mato Grosso”, disse.

Fonte: Saúde-MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA