Cadê o dinheiro?

Saúde informa que situação das UTIs é crítica no estado

Publicados

em

foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT

Em nota, a SES-MT informa que a situação das UTIs em todo o estado de Mato Grosso é crítica, com ocupação na média de 90%.

Alega também que novas UTIs devem estar disponíveis em breve, mas que não encontram profissionais disponíveis para trabalhar no atendimento dessas emergências.

Segue abaixo a nota emitida:

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) informa que a situação da taxa de ocupação dos leitos públicos de UTI é crítica, à margem dos 90%. Isto é, as equipes de regulação encontram grande dificuldade para a transferência dos pacientes aos leitos de Terapia Intensiva, pois as unidades referenciadas já chegaram à lotação, contando apenas com os leitos de retaguarda – que, pela norma, deveriam ficar disponíveis exclusivamente para a assistência de emergência dos pacientes já internados em enfermaria.

A gestão estadual, em parceria com as prefeituras, trabalha na ampliação de novos leitos de UTI na baixada cuiabana e em todo o Estado, contudo, já tem dificuldades para encontrar profissionais capacitados, apesar de toda a publicidade dada aos editais de chamamento.

Da Redação

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Cuiabá tem mais de 50% dos casos confirmados de Coronavírus em Mato Grosso
Propaganda

MATO GROSSO

Domingo (05): Mato Grosso registra 21.081 casos e 821 óbitos por Covid-19

Publicados

em

Internet

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (05.07), 21.081 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 821 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

As 35 mortes mais recentes envolveram residentes de Várzea GrandeCuiabáRondonópolisLucas do Rio VerdeSorrisoBarra do GarçasPontes e LacerdaConfresaSanta TerezinhaVila Rica e General Carneiro.

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19 estão Cuiabá (4.949), Várzea Grande (1.597), Rondonópolis (1.480), Sorriso (946), Lucas do Rio Verde (909),  Tangará da Serra (816), Primavera do Leste (803), Sinop (570), Nova Mutum (534), Pontes e Lacerda (476), Campo Verde (400), Cáceres (363), Confresa (330), Barra do Garças (270), Campo Novo do Parecis (267), Sapezal (253), Colíder (252), Querência (239), Matupá (223) e Peixoto de Azevedo (208).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria.

Leia Também:  Sorriso e Nova Mutum também decretam toque de recolher

Nas últimas 24 horas, surgiram 753 novas confirmações no Estado. A área técnica ainda esclareceu que foram corrigidas cinco ocorrências de duplicidade no sistema. Além disso, um caso anteriormente notificado em Confresa foi reposicionado para Canabrava do Norte, município de residência do paciente.

Dos 21.081 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.996 estão em isolamento domiciliar e 8.534 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 233 internações em UTI e 337 em enfermaria. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,1% para UTIs e em 49,5% para enfermarias.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 51,1% dos diagnosticados são do sexo feminino e 48,9% masculino; além disso, 5.644 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 23.553 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.542 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Leia Também:  Sábado (13): Mato Grosso registra 5.739 casos e 199 óbitos por Covid-19

Fonte: Saúde-MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA