MATO GROSSO

Secretário de Desenvolvimento destaca eficiência e sustentabilidade da 1ª ferrovia estadual de MT

Publicados

em


“Para mim é uma alegria participar desse momento histórico de Mato Grosso. Estamos concretizando um sonho guardado há décadas, que hoje, coloca nosso Estado como uma referência para outros estados brasileiros, nos torna modelo de infraestrutura logística. É o desenvolvimento se fortalecendo a cada dia por meio de ações planejadas e um modal limpo e de alta eficiência”, resumiu o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, após a cerimônia de assinatura do contrato de construção e exploração 1ª ferrovia estadual de Mato Grosso, que ocorreu nesta segunda-feira (21.09), no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá.

O contrato de adesão foi assinado pelo governador Mauro Mendes e o CEO da Rumo S/A, João Alberto Fernandez de Abreu, no começo desta tarde.

Miranda compõe a comitiva do governador que segue para assinaturas do contrato, ao longo do dia, nos municípios de Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, locais que vão receber terminais ferroviários.

No total a linha férrea contará com 730 quilômetros que vão interligar os municípios de Rondonópolis a Cuiabá, Rondonópolis a Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, e que vão fazer a conexão à malha ferroviária nacional, em direção ao Porto de Santos (SP). 

Leia Também:  Nova escola estadual em Nova Lacerda será entregue em dezembro

A ferrovia estadual de Mato Grosso está orçada em R$ 11,2 bilhões, todo o recurso será injetado pela iniciativa privada.

Segundo o governador, o impacto será bem positivo, já que o saldo de empregos diretos gerados nesse período é de mais de 200 mil novas vagas. “Teremos impacto direto em mais de 20 municípios com a geração de milhares de empregos. Escoaremos nossa produção a menor preço, em maior volume e poderemos trazer os insumos a baixo custo. Além de reduzir a emissão de carbono no meio ambiente. E sem recurso financeiro do governo, nosso trabalho foi elaborar o arcabouço jurídico com apoio de outros poderes”, revela Mendes.

Prazos

Conforme a previsão, o trecho entre Rondonópolis e Cuiabá deve entrar em funcionamento no ano de 2025. Já o trecho que liga Cuiabá a Lucas do Rio Verde deve começar em 2028. 

A Rumo S/A terá direito a explorar o serviço pelos próximos 45 anos.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Governador em exercício destaca papel facilitador do Governo de MT: investidores têm segurança jurídica

Publicados

em


O governador em exercício Otaviano Pivetta e a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, participaram nesta quinta-feira (28.10) da inauguração da maior usina de etanol 100% de milho do País, a FS Bioenergia, localizada em Sorriso.

Durante a solenidade, que contou com a presença de diversas autoridades políticas, Pivetta destacou o papel facilitador do Governo de Mato Grosso para atrair investidores e afirmou que a instalação dessas indústrias no Estado vem sendo possível graças ao trabalho da atual administração para desburocratizar o ambiente de negócios.

“Se esse milho que será processado aqui fosse embora in natura, o retorno seria muito baixo. Esse processo de agregação de valor, de verticalização, é o que nós sempre defendemos. Mato Grosso tem essa vocação e o Governo desenvolveu uma política de atração de investimentos na agroindústria para manter o recurso dentro do Estado, gerando emprego, renda e distribuindo para toda a sociedade. Os investidores agora têm segurança jurídica”, afirmou o governador em exercício.

A ministra Tereza Cristina frisou a responsabilidade do agronegócio mato-grossense na sustentação da economia brasileira e salientou a presença do governador Mauro Mendes na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26) “levando para fora do País o conhecimento do que é que está sendo realizado aqui em Mato Grosso para que todo o País consiga avançar. Incentivar o mercado privado é um dos grandes desafios que nós temos. Mato Grosso está propondo esta mudança e eu acredito que é assim que nós vamos chegar lá”.

Leia Também:  Câmara nomeia novo secretário de Gestão Administrativa

Participaram da inauguração o presidente em exercício da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Dilmar Dal’Bosco, o deputado estadual Xuxu Dal Molin, o senador Wellington Fagundes, o presidente da Famato, Normando Corral, o deputado federal Neri Geller, os prefeitos de Sorriso, Ari Lafin, de Primavera do Leste, Leonardo Bortolin, e o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz.

Com investimento de cerca de R$ 2 bilhões, a usina de etanol 100% de milho instalada em Sorriso gerou mais de 4 mil empregos indiretos durante as fases de obras e hoje emprega 231 pessoas diretamente. A capacidade total de produção da unidade é de 880 milhões de litros de etanol por ano; 212 mil toneladas de farelo de milho; 28 mil toneladas de óleo de milho e 190 mil MWh por ano de cogeração de energia.

A FS é a primeira usina de etanol do Brasil que utiliza milho em 100% da produção. Hoje, com duas unidades, em Lucas do Rio Verde e Sorriso, a empresa já é a maior produtora de etanol de milho do País, com capacidade para 1,4 bilhão de litros por ano. Além do etanol, a empresa possui tecnologia para fabricação de produtos para nutrição animal, conhecidos pela sigla DDG, óleo de milho e bioeletricidade.

Leia Também:  Governador anuncia que irá liberar eventos em MT a partir de sexta-feira
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA