Tolerância zero

Sema aplica R$ 35 milhões em multas e embarga 3 mil hectares durante operação no Noroeste de MT

Publicados

em

Operação Tolerância Zero - Foto por: Sema/MT
Foram fiscalizadas áreas embargadas, desmatamento, queimadas, manejo florestal, empreendimentos madeireiros e exploração seletiva ilegal

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) deflagrou a operação Tolerância Zero na região Noroeste de Mato Grosso, entre 24 de novembro e 4 de dezembro. Foram aplicadas R$ 35 milhões em multas e embargadas uma área de 3 mil ha nos biomas Amazônia e Cerrado. Três pessoas foram conduzidas para delegacia por serem flagradas destruindo Área de Preservação Permanente (APP) e efetuando corte de castanheira, espécie protegida.

A Coordenadoria de Fiscalização de Flora da Sema contou com parceria do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea) para as ações nos municípios de Comodoro, Campos de Júlio, Sapezal, Brasnorte e Juína. As equipes conferiram in loco crimes ambientais verificados em monitoramento, como descumprimento de embargos. A reincidência de uma infração, causada por atividades em área embargada, aumenta o valor da multa aplicada.

A fiscalização flagrou também desmatamento a corte raso em cerrado e floresta, exploração seletiva ilegal e queimadas sem autorização, plano de manejo explorando fora da área autorizada, madeireiros queimando resíduos no pátio, árvores de espécies protegidas sendo cortadas (castanheira) e destruição de Áreas de Preservação Permanente com utilização de tratores.

Leia Também:  MPE investiga depósitos suspeitos feitos pelo TCE para beneficiar factoring

Foram apreendidos um total de 33 bens, entre tratores, veículos, equipamentos e implementos. Foram 11 tratores, sendo 4 de esteira e 7 de pneu, 2 caminhões, 2 camionetes, 1 motoneta, 5 motosserras, 2 sopradores, 8 implementos, 1 gerador e 1 lavadora de alta pressão. Foram ainda gerados 5 autos de inspeção, 15 autos de infração, 10 termos de embargo, 12 termos de apreensão, 12 termos de depósito e 9 notificações.

A Operação Tolerância Zero faz parte da Arco Norte, lançada por meio do Comitê Estratégico para o Combate do Desmatamento Ilegal, a Exploração Florestal Ilegal e aos Incêndios Florestais (CEDIF-MT).  A Operação Arco Norte é uma parceria do governo de Mato Grosso com órgãos federais e Ministérios Públicos com objetivo de conter os crimes contra a flora no Estado.

Sob Controle 

Os alertas de desmatamento do DETER/Inpe apontam uma redução média de 30% nos últimos seis meses comparados ao período anterior.  No período de estiagem, quando a pressão costuma ser maior, os alertas reduziram em 30% para o mês de julho, 22% em agosto e 47% em setembro em relação aos mesmos períodos de 2019.

Leia Também:  Botelho nega 'presepada' e diz que recorrerá em caso de veto

Os resultados foram obtidos por políticas de comando e controle mais rígidas e com uso de tecnologia avançada para a fiscalização e combate aos crimes ambientais. As ações coordenadas, integradas e com uso de tecnologia de ponta, como o monitoramento das florestas com satélites de alta resolução, resultaram em R$ 2,7 bilhões de multas ou pedidos de indenizações. Juntos, Sema, Ibama, Policia Militar Ambiental, Corpo de Bombeiros Militar e Ministério Público Federal embargaram quase 400 mil hectares.

Até o momento foram apreendidos 253 tratores, um helicóptero, 212 caminhões entre outros equipamentos utilizados para cometer crimes ambientais. 469 pessoas foram conduzidas para a Delegacia de Polícia. Todos os autos emitidos pela Sema são encaminhados ao Ministério Público do Estado (MPE) que instaurou 734 investigações referentes ao desmatamento de 70.831 hectares devastados no Estado.

Fonte: Governo MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Segunda-feira (24): Mato Grosso registra 601.453 casos e 14.205 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (24.01), 601.453 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 14.205 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Dos 601.453 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 25.649 estão em isolamento domiciliar e 560.639 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 179 internações em UTIs públicas e 192 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 82,8% para UTIs adulto e em 42% para enfermaria adulta.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (117.124), Várzea Grande (44.652), Rondonópolis (39.573), Sinop (28.292), Tangará da Serra (19.623), Sorriso (18.797), Lucas do Rio Verde (17.288), Primavera do Leste (16.600), Cáceres (13.552) e Alta Floresta (12.083).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Blairo Maggi consegue trancar ação sobre compra de vaga no TCE

Sistemas instáveis

Devido à instabilidade dos sistemas do Ministério da Saúde ocorrida nas últimas semanas, não foi possível atualizar os dados do Ranking da Vacinação em Mato Grosso e o número de casos e óbitos da Covid-19 no País. Os dados serão atualizados e divulgados assim que for restabelecido o acesso da SES aos sistemas do Governo Federal.

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

Leia Também:  27/08: Boletim coronavírus em todo o Brasil

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA