MATO GROSSO

Sema realiza visita técnica em Juína para aprimorar dados de manejo e exploração florestal

Publicados

em


Equipe de desenvolvimento em Tecnologia e Informação da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) realizou uma visita técnica em Juína para conhecer a realidade e verificar o funcionamento da coleta de dados em campo do manejo florestal, exploração e transporte de madeira.

A visita faz parte da implementação do sistema tecnológico de rastreabilidade de exploração florestal, que o estado vem desenvolvendo desde 2017, em contato com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), para que o mesmo controle de rastreamento desenvolvido no estado seja implementado no restante do país.

“A implementação dessa proposta é para colocar um sistema que tenha o controle dessa matéria prima, mas que não engesse para o produtor de forma que ele não consiga trabalhar”, explicou a Superintendente de Gestão florestal da Sema-MT, Suely Bertoldi.

De acordo com Superintendente de Gestão Ambiental é fundamental que a equipe técnica de Tecnologia e Informação conheça o funcionamento do processo em campo, desde a coleta de dados em campo de manejo florestal até a exploração e o transporte, para a implementação do sistema de rastreabilidade de exploração florestal.

Leia Também:  Governo de MT lamenta falecimento de ex-prefeito de Cuiabá por Covid-19

Parcerias

Para realizar a visita, a equipe da Sema contou com parcerias do Sindicato da Indústria Madeireiras e Moveleiras do Noroeste de Mato Grosso (SIMNO) e do Centro de Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem).

“Hoje, nós estamos com a Sema que é o órgão licenciador então quanto mais próximos nós estivermos e o produtor e o industrial madeireiro estiverem alinhados com o órgão ambiental os erros são minimizados e a gestão se torna muito mais eficiente”, destacou Valdinei Bento dos Santos, diretor executivo do Cipem.

O presidente do do SIMNO, Edvaldo Dal Pozzo, elogiou a iniciativa da Sema e pontuou que a visita facilita no conhecimento da realidade local e auxilia na efetivação do projeto. “Eles vêm ver a dificuldade que temos aqui na estação da madeira e conhecer como funciona. Isso é muito importante para o desenvolvimento deste trabalho”.

A visita contou com a presença do prefeito de Juína, Paulo Veronese, que ressaltou a importância da visita técnica e parcerias entre os órgãos para beneficiar a região. “Hoje aqui no manejo florestal é mais um dia de campo, acompanhando os trabalhos da equipe da Sema, pensando no futuro, pensando nessa melhoria, enquanto empresário, enquanto engenheiro e enquanto equipe de exploração”

Leia Também:  Seduc abre inscrições para o Pré-Enem [email protected]; aulas começam dia 08

O empresário de Brasnorte Wilkler Fábio destacou como as instituições públicas tem visto as empresas de um modo diferente e vem tentando trabalhar em cooperação. “Hoje eles já veem a gente como uma forma real. Só tenho a agradecer por estar aqui visualizando a nossa realidade, para assim buscar melhorias para o nosso setor”.

Denúncias

A exploração ilegal de madeira é crime e pode ser denunciada pela Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-065-3838, pelo WhatsApp (65) 99321-9997, nas unidades regionais do órgão ambiental, ou ainda, pelo aplicativo MT Cidadão.

*Texto com supervisão de Renata Prata

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Governador: “Se com logística desfavorável, MT chegou onde chegou, imagina agora com os fortes investimentos do Governo”

Publicados

em


Durante o fórum “Mato Grosso Um Gigante do Brasil”, o governador Mauro Mendes falou das perspectivas do estado para os próximos anos e afirmou que os investimentos do Governo de Mato Grosso tem alavancado o setor econômico e social.

A abertura do fórum ocorreu na noite de sexta-feira (26.11) e contou com a presença do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, além de políticos mato-grossenses e empresários de todo o país.

“Hoje o Estado tem um relevante papel no agronegócio brasileiro. Mas podemos crescer muito mais. Nos próximos 10 anos a demanda mundial de alimentos vai crescer em torno de 20%. Só o brasil pode crescer isso em produção. E dentro do Brasil, só Mato Grosso tem capacidade para dobrar sua produção”, relatou.

A exigência global pela compra de produtos com origem sustentável foi destacada pelo governador, ao mencionar que Mato Grosso tem uma das metas mais ousadas de redução de carbono, que é a de neutralizar as emissões até 2035.

Leia Também:  CPI dos Contratos realiza duas oitivas nesta quarta (08)

“Quando eu falo que Mato Grosso pode dobrar sua produção, considero essa exigência do mercado internacional pela sustentabilidade. A ampla maioria dos produtores já tem ciência disso e respeita a legislação. E mais: hoje nosso estado pode expandir muito a produção sem precisar de desmate ilegal”, afirmou.

Outro fator que tem tornado a economia mato-grossense mais competitiva, conforme Mauro Mendes, é a melhoria da logística, que ocorre por meio dos fortes investimentos do Governo do Estado por meio do programa Mais MT.

“Vamos terminar 2022 com mais de 2500 km de asfalto novo, em todas as regiões. Milhares de pontes de concreto e de aduelas substituindo balsas e pontes precárias de madeira. Asfalto restaurado são outros milhares de km. E também autorizamos a Ferrovia Estadual, outro marco inédito no país”.

“Ao longo das décadas conseguimos construir, mesmo longe dos portos, o agronegócio mais competitivo do mundo. Superamos essa dificuldade. Se com logística desfavorável, Mato Grosso chegou onde chegou, imagina agora com esses fortes investimentos do Governo”, destacou.

Leia Também:  Força Integrada de Combate ao Crime Organizado realiza prisão de um dos responsáveis pela execução de Delegado da Polícia Civil da Bahia

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, endossou a fala e afirmou que Mato Grosso tem dado exemplo de competitividade econômica.

“Quando eu vejo o governador falar do que foi feito em Mato Grosso, tenho certeza que os frutos serão colhidos no futuro em termos de produtividade, em avanço para a população. O Mato Grosso na sua importância agroindustrial é um exemplo para o Brasil”, pontuou.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA