NACIONAL

Bolsonaro mente ao dizer que vacinas contra Covid podem desenvolver HIV/Aids

Publicados

em


source
Bolsonaro mente ao dizer que vacinas contra Covid podem desenvolver HIV/Aids
Reprodução/redes sociais

Bolsonaro mente ao dizer que vacinas contra Covid podem desenvolver HIV/Aids

presidente Jair Bolsonaro (sem partido) mentiu após afirmar em sua live semanal, realizada na última quinta-feira (21), que quem se vacinou completa contra a Covid-19 – com duas doses ou com dose única caso seja o imunizante da Janssen – poderá desenvolver a síndrome da imunodeficiência adquirida (Aids).

A afirmação do mandatário baseou-se em ‘relatórios oficiais’ do Reino Unido, porém o próprio governo britânico desmentiu a afirmação. O oficial de comunicações da Agência de Segurança de Saúde do Reino Unido, Zahraa Vindhani, ressaltou em resposta ao portal G1 que “vacinas contra a Covid-19 não causam Aids. A Aids é causada pelo HIV.”

Daniel Dourado, médico e pesquisador da Universidade de São Paulo, declarou em suas redes sociais – em resposta a declaração do presidente – que “não existe nenhuma possibilidade de vacina causar AIDS”.

Leia Também:  Moro negocia candidatura à presidência ou ao Senado pelo Podemos


A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda, inclusive, que portadores do HIV que estejam na fase AIDS tomem a dose de reforço da vacina após se imunizar completamente.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

NACIONAL

São Paulo confirma 440 blocos de rua para o Carnaval; veja a programação

Publicados

em


source
Bloco Minhoqueens, no Carnaval de rua, em São Paulo
Edson Lopes Jr/ Secom

Bloco Minhoqueens, no Carnaval de rua, em São Paulo

A Prefeitura de São Paulo divulgou neste sábado (27) a primeira lista de blocos de rua que devem desfilar no Carnaval de 2022. Ao todo, são 440 blocos validados até o momento após a apuração de 867 inscrições. O evento deve movimentar 18 milhões de pessoas.

Os 440 blocos, cordões e grupos musicais devem se apresentar antes, durante e depois do Carnaval, no período entre os dias 19 de fevereiro e 6 de março. Apesar da liberação da lista, porém, o Carnaval 2022 em São Paulo ainda não é uma certeza por conta da pandemia de Covid-19.

Segundo portaria publicada pelo secretário municipal das Subprefeituras Alexandre Modonezi, a realização do evento de rua está condicionada à liberação pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa).

O patrocínio do Carnaval de rua de São Paulo será da Ambev, a única empresa interessada e que ofereceu R$ 23 milhões para ter sua marca em placas, totens e outros materiais visuais de sinalização, além de ter exclusividade na venda de bebidas. Confira abaixo alguns dos principais blocos confirmados.

Carnaval de rua de São Paulo em 2022

  • 19/02 – Sargento Pimenta. Concentração: Av. Brigadeiro Faria Lima, 4.150
  • 19/02 – Bangalafumenga. Concentração: Av. Brigadeiro Faria Lima, 4.150
  • 19/02 – Bloco Vou de Táxi. Concentração: Av. Brigadeiro Faria Lima, 4.150
  • 19/02 – Bicho Maluco Beleza. Concentração: Av. Pedro Álvares Cabral
  • 19/02 – Bloco Alok. Concentração: Praça Armando de Sales Oliveira
  • 19/02 – Bloco Ritaleena. Concentração: Rua dos Pinheiros, 1037
  • 19/02 – Bloco Casa Comigo. Concentração: Rua Henrique Schaumann, 567
  • 19/02 – Bloco da Lexa. Concentração: Av. Marquês de São Vicente, 230
  • 20/02 – Monobloco. Concentração: Av. Pedro Álvares Cabral
  • 20/02 – Acadêmicos do Baixo Augusta. Concentração: Rua da Consolação, 2201
  • 20/02 – Confraria do Pasmado. Concentração: Rua dos Pinheiros, 1037
  • 06/03 – Bloco da Anitta. Concentração: Av. Pedro Álvares Cabral
  • 06/03 – Afoxé Filhos de Gandhy SP. Concentração: Largo Pátio do Colégio.
Leia Também:  STJ mantém prisão do filho de Flordelis que criou versão da morte de pastor

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA