NACIONAL

Juíza proíbe Flordelis de sair de casa após 23h para cumprir agenda parlamentar

Publicados

em


source
Deputada federal Flordelis (PSD-RJ)
Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Deputada federal Flordelis (PSD-RJ)

A deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD) foi proibida pela Justiça de permanecer fora de sua residência durante a noite e madrugada para cumprir compromissos relacionados com sua rotina como parlamentar. A decisão, tomada nesta terça-feira, é da juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, em processo no qual Flordelis é ré, acusada de ser mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo.

Flordelis é monitorada por tornozeleira eletrônica desde outubro do ano passado. Por decisão da Justiça, ela é obrigada a cumprir recolhimento domiliciar noturno das 23h às 6h desde agosto do ano passado.

Quando estabeleceu essa medida cautelar, Nearis dos Santos havia ressaltado que a deputada poderia permanecer fora da residência nesse horário quando estivesse em “cumprimento a atos relacionados ao exercício do mandato parlamentar e das funções legislativas”. No entanto, a magistrada reavaliou tão decisão, diante de notícias de que Flordelis vem violando o uso da tornozeleira, deixando o equipamento sem bateria. Em uma ocasião, a tornozeleira ficou desligada por mais de 15 horas.

Leia Também:  Lockdown em São Luís para conter a Covid-19 começa hoje; saiba mais

Você viu?

Em sua decisão, a magistrada ressalta que a deputada foi intimada para esclarecer as violações ao uso do equipamento, mas permaneceu em silêncio. A juíza tomou a decisão após receber resposta de um ofício enviado à Câmara dos Deputados. No documento, a Casa informa que as sessões vem ocorrendo de forma remota, incluindo aquelas do Conselho de Ética e Disciplina, no qual a parlamentar é alvo de uma representação que pode culminar com a cassação de seu mandato. Portanto, para Nearis, a determinação de recolhimento noturno não representa qualquer prejuízo ao exercício do mandato por Flordelis.

Nearis ainda ressalta, em sua decisão, que em razão da pandemia do novo coronavírus, neste momento é aconselhável que todos permaneçam em suas residências. “Ademais, há que se ressaltar que o Brasil atravessa o momento mais crítico desde o início da pandemia de Covid-19, com inúmeras mortes diárias, que representam mais de vinte por cento dos óbitos dela decorrentes em todo o mundo. Diante de tal cenário, vários Estados da federação têm adotado medidas mais rígidas de restrição de circulação de pessoas, sendo patentemente aconselhável, segundo as autoridades de saúde, que todos permaneçam em suas residências tanto quanto possível”, escreveu a magistrada.

Leia Também:  Deputado apresenta projeto para distribuição gratuita de cloroquina

Nearis determina que Flordelis seja intimada pessoalmente da decisão ou, se necessário, por WhatsApp. A juíza também determina que a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados seja informada sobre a decisão.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

NACIONAL

Covid-19 no Brasil é como “Chernobyl ou Fukushima”, diz Miguel Nicolelis

Publicados

em


source
 Covid-19 no Brasil é como
Reprodução/Wikimedia Commons

Covid-19 no Brasil é como “Chernobil ou Fukushima”, diz Miguel Nicolelis

Miguel Nicolelis , neurocientista e professor da Universidade de Duke, comparou a situação da pandemia de  covid-19 no Brasil a históricos acidentes nucleares como os ocorridos em 1986 em Chernobyl , na Ucrânia; e em 2011 em Fukushima , no Japão. As declarações foram realizadas em entrevista à BBC .

“Quando alguém me pede para traçar uma metáfora , digo que, para mim, é como Chernobyl ou Fukushima. Um reator nuclear, mas biológico , que está fora de controle numa reação em cadeia”, avalia Nicolelis.

O cientista argumenta que seu comparativo baseia-se em três pontos: “a falta de liderança governamental, a ignorância [do governo] e a confiança em notícias falsas junto ao negacionismo científico”.

Miguel pondera que esta situação não é culpa dos brasileiros, já que o povo deseja sair desta situação e é fundamental que o mundo entenda este ponto. Em sua avaliação, a principal causa para esta catástrofe é a falta de uma estratégia governamental clara e direcionada para o combate à pandemia. “[O presidente] fez campanha contra qualquer medida de isolamento social, se opôs as máscaras e negou a gravidade desde o início”.

Leia Também:  Quatro pessoas morrem em chacina na Zona Leste de São Paulo

Você viu?

Ao falar sobre a saúde no Brasil, o professor argumenta que, embora o país apresente um bom sistema público, “o governo nunca aproveitou para financiá-lo e fortalecê-lo significativamente nesta crise”, e por consequência “estamos no meio de um colapso de saúde nacional, algo que nunca havia acontecido na história “.

Nicolelis avalia que esta “é a razão pela qual temos tantos casos e tantas mutações ocorrendo simultaneamente no Brasil”. A Fiocruz , em levantamento recente, declarou que foram detectadas 92 variantes da covid-19 em solo brasileiro , incluindo a P1.

Ainda segundo o cientista, “o mundo sofrerá as consequências” já que há “centenas de milhares de casos todos os dias, depois haverá novas variantes que surgirão e se espalharão pela América do Sul, América Latina e ao mundo todo dentro de semanas”.


A condução brasileira no combate a pandemia de covid-19 já deixou mais de 370 mil mortes em pouco mais de um ano. Hoje, o país representa 25% dos novos casos de óbitos mundiais.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA