NACIONAL

Polícia Militar proíbe uso de ‘mata-leão’ em abordagens no estado de São Paulo

Publicados

em


source
mata-leão
Reprodução/Youtube

Decisão ocorre após polêmica durante abordagem no interior do estado no último dia 24

Nesta sexta-feira (31), a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo divulgou novas regras sobre a utilização de força durante abordagens no estado. De acordo com a revisão no manual de defesa pessoal da Polícia Militar, a imobilização conhecida como ‘mata-leão’ fica proibida.

Em nota, divulgada pelo portal G1, a Polícia Militar confirmou a nova diretriz sobre o uso do ‘mata-leão’ , ressaltando que sempre busca o aperfeiçoamento da prestação de serviços à sociedade: “Atualmente, a instituição realiza estudos para avaliar as técnicas de contenção durante as detenções de suspeitos, sendo que a chave cervical não mais será empregada”.

Tal decisão ocorre após episódios envolvendo a prática e que viralizaram nas redes sociais. No último, ocorrido no dia 24 de julho, um jovem negro da cidade de João Ramalho, no interior do estado , foi imobilizado e sufocado durante abordagem.

Leia Também:  Aras pede que Polícia Federal ouça três ministros após denúncias de Sérgio Moro

Na ocasião, a PM informou que a força utilizada na abordagem foi “moderada” e alegou comportamento suspeito do rapaz, que pilotava uma motocicleta sem placa nem documentação .

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

NACIONAL

Pedófilo que divulgava estupros na deep web é preso em SP

Publicados

em


source
homem usando computador
Polícia Federal

Mandado de prisão contra pedófilo foi cumprido em São Paulo

Em mais uma série de investigações contra  crimes de pedofilia no Brasil, a Polícia Federal prendeu na manhã desta terça-feira (4) um homem de 40 anos que gravava estupros de crianças e os divulgava na deep web.

A Operação Toca da Onça, feita em parceria com a Interpol da França, constatou que o homem responsável pelo registro e divulgação das imagens era um morador da cidade de São Paulo, de 40 anos, casado e sem filhos.

Segundo as investigações policiais, duas das vítimas do homem foram identificadas como filhas de uma parente do suspeito. Elas são meninas de três e cinco anos. Até o momento, não há suspeita de que mãe das crianças e esposa do homem tenham participação no crime.

Leia Também:  Braga Netto e Ramos pedem por "esperança à população" e criticam imprensa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA