POLICIAL

‘Ele não merecia isso’, diz irmã de morto pelo marido

Publicados

em

 

Corpo de Fernando Francisco de Neves Oliveira, 30, que morreu na quinta-feira (7) em Cuiabá após quase 25 dias internado com 60% do corpo queimado, foi enterrado no último domingo (10) em Novo Mundo (758 km ao Norte de Cuiabá). O autor do crime, Diego Barreto Evans, 40, companheiro da vítima, está foragido e a família de Fernando cobra pela prisão e clama por Justiça.

“Ele não merecia isso, era uma pessoa maravilhosa, tão boa e sem maldade no coração”, desabafou uma das irmãs de Fernando, Laura Oliveira, ao . Ela mora em outro estado e não conseguiu vir para Mato Grosso se despedir dele. Agora, ela cobra por Justiça e pela prisão do autor do crime.

“Ele precisa ser preso. Ele acabou com a vida do meu irmão, que não merecia ter morrido dessa forma. Então, ele tem que ser preso urgente e pagar pelo que fez com o Fernando”, afirmou. Enquanto isso, a Polícia Civil de Guarantã do Norte, que atende a região, segue sem informações do paradeiro de Diego.

Leia Também:  Após briga em bar, assassino de homem em MT é baleado em MS

Homicídio consumado

O crime aconteceu em 13 de setembro e desde então, ele está foragido. Ele ateou fogo no local com o Fernando dentro. Eles tinham um relacionamento conturbado, mas de já durava anos.

No dia, Diego teria pedido para Fernando ir embora de casa, mas ele negou. Se trancou em um quarto e o suspeito disse que ele sairia ‘por bem ou por mal’, ateando fogo no local.

Fernando só percebeu o incêndio quando as chamas já tinham tomado conta. Ele se enrolou em um colchão, mas acabou com 60% do corpo queimado. Ele foi transferido para dois hospitais até ser trazido para Cuiabá.

Ele ficou internado por 24 dias e morreu na madrugada do dia 7 após uma parada cardíaca.  O corpo foi encaminhado para Novo Mundo, onde aconteceu o velório e o sepultamento neste domingo (10).

Fonte: Folha Max

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Autor de feminicídio cometido em Goiás tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

O autor de um feminicídio ocorrido em Goiás foi preso pela Polícia Civil de Mato Grosso, nesta quinta-feira (28.10), no município de Alto Araguaia (415 km ao sul de Cuiabá), durante ação para cumprimento de mandado judicial.

O procurado estava com a ordem de prisão preventiva decretada pela Justiça da Comarca de Rio Verde (GO), pelo homicídio qualificado praticado contra sua ex-mulher no ano passado (2021).

No dia 8 de setembro, a vítima Rosineide Nascimento foi atingida com vários golpes de faca, e mesmo sendo socorrida, foi a óbito em razão da hemorragia causada pelos ferimentos.

Conforme apurado, o investigado chamou a ex-mulher para conversar e ao chegar no local dos fatos (residência de uma testemunha), o autor do feminicídio investiu contra a vítima, que foi derrubada e em seguida atingida com vários golpes de faca.

Mesmo ferida, Rosineide tentou correr em direção à rua, porém, foi novamente golpeada em diferentes partes do corpo. Depois de cometer o crime, o suspeito fugiu.

Com o mandado de prisão preventiva, os policiais civis de Alto Araguaia descobriram o foragido escondido na região, sendo o mesmo localizado e preso. Após cumprimento da ordem judicial, o preso foi colocado à disposição do Poder Judiciário.

Leia Também:  Ação integrada apreende máquinas em garimpo ilegal e prende cinco pessoas por crime ambiental

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA