POLICIAL

Polícia Civil capacita equipes de plantão especializado e de Delegacias da Mulher

Publicados

em


.

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil iniciou nesta segunda-feira (03.08) a capacitação das equipes que vão atuar no Plantão Especializado 24 horas para atendimento a vítimas de violência doméstica e sexual em Cuiabá. Além dos plantonistas da Capital, também participam da capacitação as equipes que atuam nas Delegacias Especializadas de Defesa da Mulher do interior do estado.

A capacitação foi organizada pela Diretoria da Polícia Civil e é toda ministrada por meio de videoconferência. São instrutores, delegados da instituição e equipe técnica de delegacias especializadas, membros do Ministério Público Estadual, Poder Judiciário, Conselho Estadual dos Direitos da Mulher e da Universidade Federal de Mato Grosso.

A diretora Metropolitana da Polícia Civil, delegada Ana Paula de Faria Campos, explica que o curso, que segue até o dia 7 de agosto, aborda temas como Lei Maria da Penha, avaliação de risco, rede de enfrentamento à violência doméstica; diretrizes e fluxo de atendimento no plantão especializado; crimes de liberdade sexual conforme as mudanças trazidas pelas leis 13718 e 13772, ambas publicadas em 2018 e o funcionamento do módulo criminal do Processo Judicial eletrônico (PJe).

Leia Também:  Polícia Civil cumpre mandado contra adolescente infrator em Rondonópolis

“Além disso, preparamos nessa capacitação orientações de como deve ser o fluxo de atendimento às mulheres vítimas de violência, sobre o Sistema de Garantias dos Direitos da Criança e do Adolescente, as redes de acolhimento e proteção para essas vítimas, sobre como observar os sinais e tipos de violência e os reflexos nas vítimas e familiares”, explica a diretora.

No primeiro dia da capacitação, os participantes se reuniram com os diretores Ana Paula Campos, Daniela Maidel (de Execução Estratégica) e Walfrido Nascimento (Interior). Em seguida, o coordenador de Plantões Metropolitanos, delegado Walter de Melo Fonseca falou sobre o fluxo de atendimento no plantão. Também nesta segunda-feira, as equipes puderam interagir com a professora da UFMT, Vera Bertoline, que abordou sobre gênero e violência doméstica.

 

Plantão para vítimas de violência 

A unidade de plantão que começará a funcionar a partir do próximo sábado, 8 de agosto, vai atender vítimas de violência doméstica e sexual em Cuiabá. O plantão está instalado no prédio da 2ª Delegacia da Capital, no bairro Planalto, e é uma das medidas adotadas pela Polícia Civil e Secretaria de Estado de Segurança Pública, com apoio da primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, para ampliar o acolhimento, de forma ininterrupta na Capital.

Leia Também:  Ponto de venda de entorpecente é fechado no bairro Novo Paraíso 2
 

Serão atendidas no Plantão 24h ocorrências envolvendo mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, conforme a Lei 11.340/2016 (Maria da Penha), além de vítimas de crimes contra a dignidade sexual conforme a Lei 12.015/2009 e as mudanças trazidas com as leis 3718/2018 e 3772/2018 (importunação sexual e violação da intimidade da mulher).  Também serão realizados procedimentos de prisão em flagrante, além de requerimento de medida protetivas, entre outras providências de urgência necessárias, conforme os casos.

A equipe do plantão será formada por cinco delegadas: Nubya Beatriz Gomes dos Reis, Juliana Rado, Vanessa Cunha Garcez, Lizzia Kelly Ferraro Noya e Jannira Laranjeira e mais as equipes de escrivães,  investigadores, assistentes sociais e psicólogas no total de 50 servidores da Polícia Civil.  

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Operação na divisa com MS e GO cumpre mais seis mandados em Alto Araguaia

Publicados

em


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A operação “Fronteira Segura”, deflagrada pela Delegacia Regional de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), na sexta-feira (25.09), cumpriu seis mandados de busca e apreensão domiciliar no município de Alto Araguaia, com objetivo de combater o tráfico de drogas e a atuação de facções criminosas na região.

A operação deflagrada na fronteira com os estados de Mato Grosso do Sul e Goiás, também foi realizada no município de Alto Taquari, onde foram cumpridos nove mandados, totalizando em quinze ordens judiciais cumpridas.  Veja mais em:

Durante o cumprimento das ordens judiciais, três pessoas foram presas em flagrante, além de serem lavrados diversos Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO). A operação também resultou na apreensão de drogas, aparelhos celulares, armas, munições, além da recuperação de um veículo roubado no estado de Goiás.

Segundo o delegado regional, Thiago Garcia Damasceno, esse tipo de operação será frequente nos municípios que fazem fronteira com outros estados.

“A atuação da Polícia Civil será intensificada no combate a criminalidade, principalmente nas divisas entre estados, com objetivo de coibir crimes de tráfico de drogas, porte de arma, além da atuação de organizações criminosas”, disse.

Leia Também:  Polícia Civil prende autor de latrocínio que vitimou empresário em frente a agência bancária em Cuiabá

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA