POLICIAL

Polícia Civil e o Procon Municipal realizam ação para reprimir o aumento abusivo de preços em produtos da cesta básica

Publicados

em


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), e o Procon Municipal de Cuiabá realizaram nesta terça-feira (15.09), em Cuiabá, uma fiscalização visando coibir eventual prática de aumento abusivo de preços ao consumidor de produtos da cesta básica.

Os policiais civis acompanhados dos fiscais estão visitando supermercados da Capital e intimando os seus responsáveis legais a apresentar documentos com os valores de compra e venda de produtos.

O principal objetivo do trabalho integrado é identificar possíveis aumentos ilegais nas margens de lucro das empresas, em produtos essenciais como o arroz e o óleo de cozinha.

Conforme o delegado da Decon, Rogério Ferreira, embora seja de conhecimento de todos que com o surgimento do Covid-19 aumentou a demanda mundial por alimentos. A ação conjunta visa identificar eventuais pessoas e empresas que possam estar se aproveitando da situação de crise para aumentar suas margens de lucro, em detrimento dos consumidores sob a alegação de que se trata apenas de um movimento natural do mercado, ocasionado pela pandemia e pelo aumento nas exportações.

Leia Também:  Polícias Civil e Militar fecham boca de fumo e prendem três pessoas em Campos de Júlio

“Desde o início da pandemia causada pelo coronavírus, a Polícia Civil e os Procons Municipal e Estadual vem realizando diversas ações integradas, para coibir e reprimir o aumento abusivo no preço de produtos, como o álcool em gel 70º INPM e a ivermectina, resultando na abertura de dezenas de procedimentos investigatórios preliminares e a responsabilização administrativa e criminal de empresários que tentaram se aproveitar da situação de desabastecimento”, disse Rogério Ferreira.

O delegado da Decon salientou que as diligências e investigações continuam, bem como outros supermercados poderão ser alvos da fiscalização, sendo averiguados e responsabilizados, se houver a comprovação de eventual prática de aumentos abusivos de preços ao consumidor. 

 

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Operação na divisa com MS e GO cumpre mais seis mandados em Alto Araguaia

Publicados

em


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A operação “Fronteira Segura”, deflagrada pela Delegacia Regional de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), na sexta-feira (25.09), cumpriu seis mandados de busca e apreensão domiciliar no município de Alto Araguaia, com objetivo de combater o tráfico de drogas e a atuação de facções criminosas na região.

A operação deflagrada na fronteira com os estados de Mato Grosso do Sul e Goiás, também foi realizada no município de Alto Taquari, onde foram cumpridos nove mandados, totalizando em quinze ordens judiciais cumpridas.  Veja mais em:

Durante o cumprimento das ordens judiciais, três pessoas foram presas em flagrante, além de serem lavrados diversos Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO). A operação também resultou na apreensão de drogas, aparelhos celulares, armas, munições, além da recuperação de um veículo roubado no estado de Goiás.

Segundo o delegado regional, Thiago Garcia Damasceno, esse tipo de operação será frequente nos municípios que fazem fronteira com outros estados.

“A atuação da Polícia Civil será intensificada no combate a criminalidade, principalmente nas divisas entre estados, com objetivo de coibir crimes de tráfico de drogas, porte de arma, além da atuação de organizações criminosas”, disse.

Leia Também:  Polícias Civil e Militar fecham boca de fumo e prendem três pessoas em Campos de Júlio

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA