POLICIAL

Polícia Civil identifica adolescente envolvido em agressão de mulher em Santa Terezinha

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um adolescente apontado como autor de agressão contra uma jovem em Santa Terezinha (1.312 km ao nordeste de Cuiabá) foi identificado pela Polícia Civil do município durante investigação para apurar o delito.

O menor, de 17 anos, identificado como um dos agressores participantes da ocorrência de lesão corporal, possui diversas passagens criminais por atos infracionais como roubo, furto e tentativa de homicídio cometidos nas cidades de Vila Rica e Santa Terezinha.

A agressão foi cometida por três jovens contra a jovem pelo fato de ela ter praticado três furtos. De acordo com as investigações todos os envolvidos, suspeitos e vítima, são usuários de droga.

A vítima não procurou a polícia, porém ao tomarem conhecimento da agressão os investigadores da Delegacia de Santa Terezinha iniciaram as diligências para apurar os fatos.

No dia da ocorrência, os moradores acordaram com gritos de socorro da vítima que estava sendo espancada por três rapazes. Conforme uma testemunha, a vítima foi forçada a acompanhar os suspeitos, que em seguida começaram a agredi-la.

Leia Também:  Governo de MT entrega 149 novas caminhonetes para forças de segurança

Populares foram até o local para socorrer a vítima e os suspeitos fugiram. Na ocasião, ela não aceitou que chamassem a polícia e foi embora do local.

As diligências continuam para identificar os outros envolvidos, bem como para conclusão dos inquéritos policiais visando a responsabilização criminais de cada ato praticado por eles.

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Homem que guardava drogas em casa a mando de facção é preso em flagrante em Lucas do Rio Verde

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem surpreendido com grande quantidade de entorpecentes em sua residência foi preso em flagrante pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (27.11), em Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá). O suspeito, de 27 anos, disse que guardava a droga a pedido de uma facção criminosa e foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

A prisão ocorreu após a equipe da Polícia Civil receber informações de que o suspeito ocultava drogas em usa residência a mando de um grupo criminoso. A informação coincidia com investigações do tráfico de drogas realizadas pela delegacia, que indicavam um modo de ação de traficantes de ocultar entorpecentes na casa de terceiros.

Com base nas informações, os policiais realizaram buscas na residência no bairro Parque das Américas, onde apreenderam três tabletes de maconha com a identificação “Gold Colombiana”, pesando aproximadamente 1,3 quilo, um tablete de cocaína pura com peso superior a 300 gramas, um pedaço grande de cocaína da mesma qualidade, além de várias apetrechos como tesoura, colher, sacola plástica recorta e balança de precisão.

Leia Também:  Polícia Civil prende suspeito e esclarece tentativa de latrocínio com motivação passional

A droga estava escondida na gaveta tancada com cadeado, em uma cômoda no quarto do filho do suspeito. Questionado, o suspeito confessou que guardava a droga a pedido da facção criminosa e que recebia R$ 1 mil e mais o aluguel da casa (em torno de R$800) para ocultar o entorpecente no local, porém que não atuava com a venda.

Segundo o delegado de Lucas do Rio Verde, Marcello Henrique Maidame, atualmente os criminosos envolvidos com tráfico estão usando este modo de operação, para não serem flagrados com entorpecentes dentro de casa.

“Eles utilizam a casa de usuários ou de cidadãos não envolvidos com a criminalidade e fora de suspeita para ocultarem quantias expressivas de entorpecentes, para quando sofreram buscas em suas casas não serem flagrados com grande quantidade de drogas”, explicou o delegado.

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA