POLICIAL

Polícia Civil incinera aproximadamente 200 quilos de drogas apreendidas em Barra do Garças

Publicados

em


Aproximadamente 200 quilos de entorpecentes apreendidos em ações das Forças de Segurança em Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) foram incinerados pela Polícia Civil, na sexta-feira (13.05). A queima da droga ocorreu em local adequado, em fornos que operam com altas temperaturas.

No montante de drogas estão maconha e pasta base de cocaína apreendidas em vários procedimentos policiais instaurados pela 1ª Delegacia de Polícia Civil de Barra do Garças, relacionados aos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e uso de entorpecentes.

O resultado da ação representa a atuação das forças de segurança local na repressão ao tráfico drogas, desestruturando esse tipo de crime na região. Os trabalhos para a realização da destruição de drogas demandam um grande aparato de segurança e de procedimentos, eis que seguem rigoroso rito previsto em Lei, tratando-se de ato próprio de Polícia Judiciária.

A queima da droga contou com apoio e atuação da Perícia Oficial e Identificação Técnica de Mato Grosso (Politec), que realizou a conferência das drogas periciadas e autorizadas para incineração e também da Vigilância Sanitária Municipal que atuou na fiscalização do processo de incineração.

Leia Também:  Polícia Civil esclarece homicídio de jovem em Brasnorte e prende quatro envolvidos
Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Três envolvidos em roubo a banco em Ribeirão Cascalheira tem mandados cumpridos em MT e Goiás

Publicados

em


A Polícia Civil de Mato Grosso prendeu nesta quarta-feira (25.05) três investigados por um roubo a banco ocorrido no município de Ribeirão Cascalheira, no ano passado. Os dois adultos e um adolescente tiveram os mandados de prisão preventiva e de apreensão cumpridos pelas equipes da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

Um foi localizado na cidade de Mineiros, no sudoeste de Goiás e outros dois presos em Primavera do Leste. Os mandados de prisão e de apreensão foram decretados pelo juízo da Vara Única de Ribeirão Cascalheira.

A investigação conduzida pela GCCO identificou os dois responsáveis diretos pela execução do roubo, ocorrido na manhã de 16 de dezembro do ano passado. Os autores entraram armados na agência do Banco Bradesco, renderam funcionários e clientes sob violência e grave ameaça e fugiram levando dinheiro.

Uma equipe da GCCO se dirigiu ao município e realizou uma série de diligências investigativas para esclarecer a dinâmica do crime e identificar os autores.

Conforme a apuração, os criminosos utilizaram lentes de contato colorida, máscaras e outras vestimentas para dificultar o reconhecimento. Mesmo com a estratégia usada, os policiais civis conseguiram identifica-los, sendo um adulto de 29 anos e o adolescente,que à época tinha 17 anos. O terceiro envolvido, de 32 anos, foi responsável por guardar parte do dinheiro subtraído.

Leia Também:  Polícia Civil recupera roupas e calçados subtraídos de uma loja e apreende menor envolvido no furto

A prisão realizada em Goiás contou com apoio da Companhia de Policiamento Especializado da PM do município de Mineiros.

“Necessário ressaltar que o crime chocou a população da cidade, pois os autores aterrorizaram os funcionários e clientes durante a execução do roubo, com grave ameaça, agressões físicas e restrição da liberdade das vítimas”, destacou o delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

A GCCO apurou que os três possuem antecedentes criminais que demonstram um vínculo anterior e entre eles para cometimento de delitos patrimoniais.

As investigações contaram com apoio das Delegacias de Ribeirão Cascalheira e de Querência e da Delegacia Regional de Primavera do Leste.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA