POLICIAL

Registros de ocorrências pela Delegacia Virtual ajudam a evitar aglomerações em delegacias

Publicados

em


.

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso reforça o atendimento da Delegacia Virtual para o registro de boletins de ocorrência, especialmente durante este período de restrições em todo o estado, de quarentena coletiva nas cidades de Cuiabá e de Várzea Grande e a necessidade de isolamento e distanciamento social em virtude da pandemia do novo coronavírus.

Pelo endereço www.delegaciavirtual.mt.gov.br é possível registrar ocorrências de extravio ou furto, furto de celular, exercício ilegal da profissão, desaparecimento de pessoas, calúnia, injúria, difamação, constrangimento ilegal, ameaça, violação de domicílio e denúncias.

Também se consegue fazer o pré-registro de outras ocorrências, inclusive em casos de grave ameaça à vítima. Nos casos que necessitam de perícia, após validar todos os dados pelos telefones fornecidos, a vítima recebe também a requisição pericial por e-mail, sem a necessidade de se deslocar até uma delegacia.

A diretora Metropolitana da Polícia Civil, delegada Ana Paula de Faria Campos, reforça que a polícia, como serviço essencial à população, permanece exercendo suas atividades durante a pandemia do Covid-19, mas que a população, em casos que podem ser feitos o registro virtual da ocorrência, pode evitar o deslocamento até uma delegacia e se expor desnecessariamente ao risco de contaminação pelo novo coronavírus. “Todas as ocorrências registradas na Delegacia Virtual são encaminhadas de maneira célere para as respectivas unidades responsáveis por instaurar as investigações”, reforça a diretora.

Leia Também:  Quatro pessoas são presas em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico

Ambiente virtual

Entre os meses de março e junho, a Delegacia Virtual registrou quase 19 mil boletins de ocorrências. O delegado Roberto Amorim, da Central de Ocorrências de Cuiabá, unidade que coordena o atendimento da Delegacia Virtual, explica que o extravio de documentos representa mais de 50% dos registros virtuais, seguidos das ocorrências de furto e ameaça.

O ambiente da Delegacia Virtual traz explicações para cada um dos serviços disponibilizados no sistema, para que o boletim seja confeccionado na modalidade correta. Em caso de dúvidas no preenchimento das informações, há telefones disponíveis para tirar dúvidas: (65) 3901-4834/ 9 9989-4035.

 “O ambiente da delegacia virtual é bastante simples e autoexplicativo. O comunicante não tem dificuldade”, explica o delegado, acrescentando que em caso de dúvida, há os números de telefones para que o cidadão possa esclarecer sobre o preenchimento. “Ou a Delegacia Virtual mantém contato ou por telefone ou pelo próprio e-mail”, completa.

Após o registro da ocorrência, o boletim passa por conferência e checagem das informações, se está de acordo com os serviços processados pela unidade virtual e a veracidade de dados prestados pelo usuário. Depois de validadas as informações, o comunicante receberá o boletim de ocorrência pelo e-mail fornecido uma cópia também segue, via sistema, para a delegacia mais próxima da área, nos casos com tipificação criminal.

Leia Também:  Fiscalização integrada lacra posto de combustível que operava com autorização revogada

No caso de pré-registro de ocorrências, após preencher os campos necessários na opção PRÉ-REGISTRO, a pessoa deve ligar em um dos telefones fornecidos para fazer a validação dos dados com a equipe da Delegacia Virtual e receber as instruções necessárias: (65) 98463-2525; (65) 98463-3698; (65) 98463-3009.

Delegacias permanecem em atividades

As delegacias da Polícia Civil permanecem com as atividades presenciais, com as atividades investigativas seguindo normalmente e os atendimentos de casos de flagrantes e outras situações emergenciais como, homicídios, roubos, latrocínios, crimes sexuais, violência doméstica, sequestros, acidentes de trânsito com vítimas fatais e demais casos considerados graves pela autoridade policial respectiva.

Em situações de emergência, a população pode acionar o sistema de segurança pública pelos números 181, 190, 197. Em casos de violência doméstica há também o Disque 180, da Central Nacional de Atendimento à Mulher.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Polícia Civil cumpre prisão de suspeito por estupro de vulnerável em Rondonópolis

Publicados

em


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), cumpriu nesta segunda-feira (06.07), mais um mandado de prisão, desta vez contra um homem suspeito de estupro de vulnerável contra a enteada.

O suspeito, 49 anos, possui diversas passagens criminais, inclusive com condenação por crimes de latrocínio e roubo e cumpriu penas nas cidades de Cuiabá e Rondonópolis.

O mandado de prisão pelo crime de estupro de vulnerável  entrou em vigência no último dia 10 de março, com vigência até 2040.

Ao tomarem conhecimento da ordem de prisão em aberto, os policiais da DEDM Rondonópolis iniciaram as diligências conseguindo localizar o suspeito em sua residência no bairro Nova Era no município.

Após ser informado da ordem judicial, o suspeito foi conduzido à Delegacia da Mulher para as providências cabíveis para cumprimento do mandado. 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Policiais civis cumprem mandados contra suspeitos de envolvimento em roubo e tráfico de drogas na região oeste
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA