POLICIAL

(VIDEOS) Após presa depois solta, presa de novo e solta mais uma vez, jornalista briga em bar pela manhã.

Publicados

em

A jornalista Nildes de Souza, 37, foi presa duas vezes na noite desta quarta-feira (13). As prisões ocorreram na Praça Popular por descumprimento de medida cautelar determinada em audiência de custódia realizada ontem, quando foi decidido que ela usaria tornozeleira eletrônica e estava proibida de frequentar bares, além de consumir bebida alcoólica.

A jornalista foi detida pela 1ª vez na noite de segunda-feira, quando jogou um copo de cerveja no rosto de um policial militar num bar na Praça Popular. Após ser solta na noite de ontem, ela voltou a região nesta quarta-feira.

No início da noite, por volta das 19h20, a jornalista foi detida pela Polícia Militar após ser denunciada que estava no local. Levada a delegacia, concedeu entrevista a veículos de imprensa, onde mostrou confusão na fala, demonstrando que possui algum tipo de transtorno mental.

Porém, foi colocada em liberdade pela Polícia Civil. Isso porque, descumprir uma medida cautelar alternativa não é crime autônomo, ou seja, a PM ou qualquer outra autoridade não poderia prendê-la por não haver crime nessa conduta. O correto era registrar o fato e informar o Juiz. Este, à vista dessa nova situação, pode decretar a prisão preventiva.

Leia Também:  Ex-caseiro de Cid Moreira diz que o jornalista sofria maus-tratos da esposa

Após ser solta, ela retornou a região de bares mais famosa de Cuiabá. Ela foi filmada andando pela Avenida Getúlio Vergas, em direção a Praça Popular.

Nildes retornou a um bar e sentou na mesa. Chegou a ser alertada por um vendedor de balas que policiais estavam “de olho nela” e tentou deixar o local. Mas, foi detida nas imediações e levada novamente à delegacia.

Agora, ela será mantida durante a noite. De acordo com o Tribunal de Justiça, Nildes passará por audiência de custódia na tarde desta quinta-feira.

Após a segunda prisão ela volta a brigar em bar na Várzea Grande.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Polícia Civil prende um dos envolvidos em roubo a motorista de caminhão em Sinop

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um suspeito envolvido em um roubo a um motorista de caminhão foi preso nesta sexta-feira (26.11), em Sinop, após investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município. 

No início da madrugada de 04 de outubro deste ano, dois homens, armados com uma faca,  renderam o motorista de uma empresa de cargas, que estava estacionado em frente a empresa de transportes. Ele dormiu no veículo esperando amanhecer o dia para descarregar os produtos. 

Mesmo rendido, o motorista foi ameaçado de morte a todo momento. Os criminosos disseram à vítima que iriam descarregar a carga em uma região. Depois, foram até outro bairro de Sinop para pegar um segundo motorista e conduzir o caminhão.

Durante o trajeto, o criminoso que conduzia o caminhão perdeu o controle da direção ao realizar uma curva e caiu com o veículo dentro de uma vala de escoamento de água. Em virtude do acidente, a dupla criminosa fugiu e abandonou o caminhão e a vítima, que foi socorrida por terceiros.

Após 30 dias de investigações, a equipe da Derf identificou os dois suspeitos, que foram reconhecidos pela vítima.

Leia Também:  Duda Castro avisa que vai expor vídeos comprometedores de Biel

O delegado Paulo César Brambila Costa responsável pelo caso, representou ao Poder Judiciário pela prisão preventiva dos suspeitos. Um deles, de 22 anos, foi localizado no bairro São Cristóvão, em Sinop, e encaminhado à delegacia para formalização do mandado de prisão decretado pela 1a Vara Criminal. 

As diligências seguem para localizar o segundo investigado pelo roubo.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA