POLÍTICA MT

EP reúne 7 representantes do Governo Federal em evento

Publicados

em

 

A solenidade de lançamento da pedra fundamental para construção da Casa da Mulher Brasileira, promovida pela primeira-dama Márcia Pinheiro, demonstrou o forte poder de articulação em prol da população que a gestão Emanuel Pinheiro tem em Brasília. O evento realizado neste sábado (18), no bairro Alvorada, contou com a participação de oito importantes representantes do Governo Federal.

Entendendo a importância da iniciativa, o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, enviou para Cuiabá a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, que destacou que o presidente determinou que seu alto escalão viesse a Cuiabá pela magnitude da obra que será executada pela Prefeitura de Cuiabá.

Além da ministra, também estiveram presentes a secretária nacional de Gestão do Trabalho e da Educação da Saúde, Mayra Pinheiro; a secretária nacional de Políticas para Mulheres, Cristiane Brito; a secretária nacional dos Direitos Humanos, Mariana Neris; a secretária nacional de Assistência Social, Maria Yvelonia; a secretária nacional da Família, Angela Granda; o secretário nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Maurício José Silva Cunha; e o secretário de Assuntos Federativos, Mauro Benedito.

“O presidente Bolsonaro mandou para Cuiabá o alto escalão do seu governo, as mulheres mais poderosas. Para se ter uma ideia, tem secretária aqui que o orçamento de sua secretaria é 10 vezes maior que o do meu ministério. Essas mulheres comandam a República. Isso porque estamos lançando uma pedra fundamental. Então, imaginem a festa que vamos fazer para a inauguração. Brasília virá em peso. Eu até proponho a gente declarar, no dia da inauguração, Cuiabá a capital nacional do Brasil”, declarou a ministra Damares.

Leia Também:  Distritos recebem emendas para asfalto na MT-400

Para o prefeito Emanuel Pinheiro o prestígio demonstrado neste sábado reforça a importante habilidade da gestão do Município para construir parcerias em todos os âmbitos em prol da população cuiabana. Segundo o chefe do Executivo cuiabano, essa não é uma ação isolada e muitas outras obras, ações, programas e projetos serão desenvolvidos em Cuiabá em parceria com a presidência da República.

“O bom trânsito da gestão Emanuel Pinheiro e José Roberto Stopa, junto ao Governo Federal, tem trazido excelentes e grandes resultados para Cuiabá. E não paramos por aqui. Com toda certeza temos muito mais coisa para construir ainda pela frente e também a certeza que sempre teremos o governo do presidente Bolsonaro ao nosso lado nessa luta pela melhoria na qualidade de vida da população.

Emanuel citou ainda o constante apoio que tem recebido da bancada federal mato-grossense em Brasília para a chegada dos recursos necessários para os avanços. “Temos um deputado que tem honrado o compromisso com a população cuiabana, que é o deputado federal Emanuelzinho. Temos também o apoio no Senado Federal, tanto com Wellington Fagundes quanto com Jayme Campos, Carlos Fávaro. E ainda contamos com o deputado federal Carlos Bezerra que está constantemente nos ajudando, junto com o Dr. Leonardo e Neri Geller”, completou.

Leia Também:  Prefeito chama servidor de "preguiçoso" durante discussão em obra em MT

O deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, o Emanuelzinho, enfatizou que, apesar de Cuiabá viver uma realidade distinta, com boa arrecadação, existem obras que necessitam da colaboração do Governo Federal. Ele cita como exemplo dessa parceria de sucesso entre Prefeitura de Cuiabá, bancada federal e União a construção dos viadutos Murilo Domingos e Juca do Guaraná “Pai”, a própria obra da Casa da Mulher Brasileira, e também a obra da trincheira do Círculo Militar, que será lançada em 2022.

“É muito importante que as prefeituras tenham representantes tanto a nível estadual quanto federal. Busco da melhor forma possível representar o estado de Mato Grosso, especialmente a Baixada Cuiabana. Com a parceria com o prefeito Emanuel Pinheiro, tenho buscado fazer toda articulação possível junto aos ministérios e ao presidente Bolsonaro para que Cuiabá seja sempre contemplada com os recursos do Governo federal”, pontuou.

O senador Wellington Fagundes e o deputado federal José Medeiros também participaram da solenidade de lançamento da obra da Casa da Mulher Brasileira.

Fonte: Folha Max

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Lúdio Cabral faz representação à PGJ para anular edital de seleção de interinos da Educação que exclui pessoas do grupo de risco

Publicados

em


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) prepara uma representação ao procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges, para anular o processo seletivo lançado na quarta-feira (27) pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para contratação de professores e funcionários interinos nas escolas estaduais de Mato Grosso. Lúdio destacou diversas irregularidades no edital de seleção e solicita que o Ministério Público Estadual (MPE) acione o governador Mauro Mendes (DEM) e o secretário de Educação, Alan Porto, para suspender o edital.

“Olha a irresponsabilidade do governo de Mato Grosso: o edital é copiado integralmente de um seletivo do Espírito Santo. E outra maldade: o edital prevê que pessoas do grupo de risco não poderão ser contratadas. É um absurdo o que estão fazendo nesse processo seletivo. Prossegue a política de terra arrasada na educação pública em Mato Grosso, conduzida por esse governo que terá como marca o fechamento de escolas”, disse Lúdio.

O deputado destacou ainda que há centenas de classificados no último concurso público da Educação que não foram nomeados. “Não faz sentido abrir processo seletivo com concurso em vigência, com centenas de trabalhadores na fila aguardando nomeação desde 2017, inclusive muitos profissionais que já atuam como interinos. É absolutamente possível nomear todos do cadastro de reserva, todos os habilitados, e ainda abrir seleção de interinos por contagem de pontos sem custo nenhum”, afirmou Lúdio.

Leia Também:  Governo prepara programa de expansão da bacia leiteira em Mato Grosso

O processo seletivo lançado pela Seduc na quarta-feira altera o formato de contratação de profissionais da Educação interinos que é feito há décadas em Mato Grosso, por meio do sistema de contagem de pontos.

“A Seduc contratou uma empresa privada sem licitação para realizar o processo seletivo de contratação de trabalhadores interinos na Educação, com cobrança de inscrição, ao custo de milhões de reais. Não tem sentido essa mudança em algo que sempre foi feito a custo zero, pela própria Seduc e pelas escolas, por meio do processo de contagem de pontos. Os trabalhadores interinos não são contratados temporariamente, são força de trabalho permanente nas escolas estaduais porque a maioria deles estão há mais de 10 anos trabalhando”, destacou Lúdio.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA