POLÍTICA MT

Faissal solicita pavimentação asfáltica das MT-240/MT-358

Publicados

em

 

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O deputado estadual Faissal Calil (PV), por meio de uma indicação apresentada na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (18), solicitou ao secretário de estado de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, providências urgentes para a pavimentação de trecho das MT-240/MT-358 que ligam o município de Tangará da Serra e Santo Afonso.

De acordo com o parlamentar, o trecho se encontra em péssimas condições, colocando em risco o patrimônio e a vida dos que dele precisam se utilizar. Sendo uma das mais importantes da região e deve assegurar a trafegabilidade no escoamento da produção agrícola além da circulação de produtos e serviços.

“Em oportunidade anterior, o governo do estado publicou chamamento público (001/2019) para pavimentação da rodovia MT-240,entrocamento com a MT-358, na região do município de Santo Afonso. Todavia, até o presente momento, não se tem noticias quanto ao desfecho do processo e tampouco do início das obras”, cobra Faissal.

 

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Dr. Gimenez realiza live com CRM-MT para tratar do enfrentamento à Covid-19
Propaganda

POLÍTICA MT

Botelho faz reunião com MT Prev para tratar do recadastramento de aposentados e pensionistas

Publicados

em

 

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Atendendo solicitação dos deputados, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), articulou uma reunião com o presidente do MT Prev, Elliton Oliveira, e com o secretário de Planejamento do Estado, Basílio Bezerra, o recadastramento de aposentados e pensionistas de Mato Grosso, medida obrigatória em função da Reforma da Previdência. A atualização cadastral visa corrigir, atualizar as informações dos aposentados e pensionistas.

Conforme o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), “a questão do recadastramento já ficou pacificada a forma como será feito, e terá uma questão bem favorável para as pessoas fazerem. Vai ter inclusive o recadastramento virtual. Agora, em relação ao custo, nós ainda vamos fazer gestões junto aos cartórios e ao Tribunal de Justiça, para que nos auxiliem nesse trabalho para diminuir o custo para tirar as certidões necessárias”, adiantou o presidente da Casa de Leis.

“Tem certidão que custa até R$ 300,00. Estamos buscando um desconto, de 20 a 30%, para amenizar a situação para esses aposentados e pensionistas”, disse Botelho.

Leia Também:  Empresas de saúde devem informar ao Estado seus estoques de testes para a Covid-19

Segundo o diretor presidente do MT Prev, Elliton Oliveira, “o senso deveria ocorrer a cada cinco anos, porém, Mato Grosso nunca realizou um senso. E agora, por conta da reforma, nós temos uma obrigação legal para não ter o nosso certificado de regularidade previdenciária prejudicado, a gente tem que fazer o senso. É uma obrigação imposta pela lei federal”, adiantou.

O recadastramento, conforme Oliveira, começa no dia 14 de dezembro e prossegue até junho de 2021. “Ninguém será prejudicado, por isso o prazo estendido até junho. Aqui na Assembleia tratamos de uma alternativa para as pessoas que estão distante das cidades polos, para poderem fazer esse senso e cumprir com a legalidade”, adiantou.

Conforme o presidente do MT Prev, são 35 mil aposentados e pensionistas, sendo 29 mil aposentados e seis mil pensionistas. “O recadastramento é obrigatório, quem não fizer, pode sofrer uma suspensão do benefício até que realize o recadastramento. Daí a importância de todos fazerem”, adiantou.

O trabalho de recadastramento será realizado em oito cidades: Cuiabá, no período de 14/12/2020 a 11/06/2021, Cáceres, de 14/12/2020 a 22/12/2021 e 04/01/2021 a 13/01/2021, Tangará da Serra, 22/01/2021 a 10/02/2021, Sinop, de 23/02/2021 a 08/03/2021, Alta Floresta, 17/03/2021 a 30/03/2021, Rondonópolis, 18/01/2021 a 08/02/2021, Barra do Garças, 24/02/2021 a 09/03/2021 e Vila Rica, de 18/03/2021 a 24/03/2021.

Leia Também:  Delegado Claudinei é eleito presidente da Comissão de Segurança da ALMT

“Havia uma reivindicação muito grande das bases em relação ao recadastramento, e o presidente Botelho, atendendo a demanda de todos nós, deputados, convidou o presidente do MT Prev e o secretário Basílio. Eles vieram de pronto para discutirmos uma posição em relação aos aposentados e pensionistas. É necessário fazer esse senso, que nunca foi feito”, disse a deputada Janaína Riva (MDB), que também participou da reunião.

 

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA