E começa a encrenca novamente

Governador critica ‘fracasso’ da saúde municipal e prefeitura rebate

Publicados

em

Mayke Toscano | Secom-MT

Ao falar sobre o Centro de Triagem montado na Arena Pantanal, o governador Mauro Mendes (DEM) aproveitou para dizer que o sucesso do empreendimento se dá pelo fato da atenção básica de Cuiabá não estar funcionando corretamente. A fala do governador gerou reação da prefeitura e da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que divulgou nota condenando a declaração do comandante do Palácio Paiaguás.

Mauro foi questionado sobre a possibilidade de distribuir senhas para atendimento matutino, vespertino e noturno. Em resposta, ele afirmou na sexta-feira (24) que não era sua obrigação como governador criar um centro de triagem, mas fez diante da situação complicada da doença na cidade.

“Se a atenção básica das prefeituras, principalmente a de Cuiabá, estivesse funcionando, as pessoas não precisavam ir lá. Elas iam no seu bairro, na sua UPA, na sua policlínica. Iam no seu PSF consultariam com o seu médico, pegaria o seu remédio e iria embora pra casa”, disse o governador.

Segundo ele, nessas condições seria um fracasso a iniciativa do governo do Estado de abrir um Centro de Triagem. “A quantidade de procura que nós estamos tendo na Arena Pantanal é diretamente proporcional ao fracasso que nós estamos tendo na atenção básica nas cidades próximas de nós, principalmente Cuiabá”.

Logo após a fala, a SMS divulgou nota lamentando a fala do governador. No texto, assinado por 14 profissionais da Secretaria, como o secretário Luiz Antonio Possas de Carvalho e gestores de unidades, o discurso do governador é condenado e classificado como um “desrespeito imenso aos profissionais de saúde, que diariamente se empenham em oferecer à população o melhor atendimento possível ainda mais em tempos de pandemia”.

Segundo a nota, a atual gestão está “esgatando todos os esqueletos de obras deixadas pelas gestões anteriores” e que a prefeitura zerou a fila de espera por leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para covid-19 e, que sem isso, “até hoje a população mato-grossense estaria sofrendo com o colapso na saúde, haja vista a falta de apoio porque passam os municípios do interior, onde o coronavírus tem se proliferado com mais intensidade”.

Leia Também:  Em depoimento à PF, Zambelli afirma que não intermediou vaga para Moro no STF

Confira a nota na íntegra

“Sobre a declaração do governador Mauro Mendes sobre a rede básica de saúde de Cuiabá:

– É lamentável que o governador, que foi prefeito da Capital na gestão anterior, classifique os serviços prestados nas unidades básicas de saúde como “fracasso”.

-Antes de tudo, é um desrespeito imenso aos profissionais de saúde, que diariamente se empenham em oferecer à população o melhor atendimento possível, ainda mais em tempos de pandemia.

-Esses profissionais não têm medido esforços para seguir trabalhando, mesmo abalados com o desfalque de colegas que fazem parte do grupo de risco da Covid-19 e/ou contraíram a doença.

-A gestão Emanuel Pinheiro está resgatando todos os esqueletos de obras deixadas pelas gestões anteriores.

-A Prefeitura de Cuiabá, mesmo depois da quarentena coletiva obrigatória, continuou melhorando e ampliando a rede básica de saúde, entregando, de junho para cá, as reformas da Clínica de Saúde da Família do CPA 1 com odontologia e hora estendida até às 21 horas, da Unidade de Saúde da Família (USF) Jardim Independência e da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Residencial Ilza Terezinha.

-Ao todo a gestão atual reformou e climatizou 70% das unidades básicas; realizou a ampliação dos serviços do Consultório na Rua; realizou o remapeamento das micro áreas de abrangência dos agentes comunitários; capacitou todos os agentes comunitários de saúde, que receberam tablets, uniformes novos e protetor solar; implantou o Projeto AMOR (atendimento Rural), cobrindo 100% da zona rural, entre várias outras ações.

-Apenas neste ano, de janeiro a junho, foram realizadas 141.250 consultas médicas e de enfermagem nas unidades Básicas. No mesmo período foram realizados 276.557 procedimentos em pacientes nos PSFs e Centros de Saúde.

-Além disso, o prefeito Emanuel Pinheiro entregou, nesta quinta-feira (23), o 1º Centro de Referência para Covid-19 da Atenção Básica, no Centro de Saúde Ana Poupina. Durante a pandemia, o local atenderá em horário estendido até às 21h, exclusivamente pacientes que apresentarem sintomas leves de síndrome gripal. O local oferece teste rápido e teste RT-PCR e também disponibiliza o Kit Covid-19, de acordo com a avaliação médica.

-Ainda na rede básica, desde terça-feira (21), a Capital conta com a entrega do kit Covid-19 em 15 unidades, visando o tratamento precoce de pacientes com sintomas iniciais da Covid-19.

-Vale lembrar que, em outras redes de Atenção à Saúde, a Prefeitura de Cuiabá zerou a fila de espera por leitos de UTI de pacientes da Covid-19, com a abertura de 40 leitos no Hospital Referência na semana passada, além da abertura da UPA Verdão, como retaguarda para o Hospital de Referência. Se não fosse isso, até hoje a população mato-grossense estaria sofrendo com o colapso na saúde, haja vista a falta de apoio porque passam os municípios do interior, onde o coronavírus tem se proliferado com mais intensidade.

-Como mostram os noticiários locais, o Centro de Triagem da Covid-19 inaugurado pelo governo do Estado na Arena Pantanal funciona com fila quilométrica formada não somente por cuiabanos, mas também dezenas de moradores de outras cidades da Baixada Cuiabana.

-A Prefeitura de Cuiabá valoriza os seus profissionais da saúde, por exemplo, oferecendo apoio psicológico com o programa “Cuidando de Quem Cuida da Gente”, e agradece todo o esforço que tem empregado no combate à pandemia.

Luiz Antonio Pôssas de Carvalho – Secretário Municipal de Saúde
Luiz Gustavo Raboni Palma – Secretário adjunto de Assistência em Saúde
Miriam Naschenveng – Diretora de Atenção Básica
Jacqueline Miliosi – Coordenadora Atenção Básica
Frances Olivia Loiola – Coordenadora de Programas Especiais
Wellington Assunção Ferreira – Coordenador de Programas Estratégicos
Jocineide Neves Santana Carvalho – Coordenadora da Regional Leste
Creuzinalda Costa Ferreira – Coordenadora da Regional Oeste
Gilson Guimarães de Sousa – Coordenador da Regional Norte
Tércio Antônio de Resende – Coordenador da Regional Sul
Marinete Ribeiro – Coordenadora da Regional Rural
Weverton Rayder – Diretor técnico de Gestão
Renei Lara – Coordenador de Saúde Bucal
Lucas Granada – Coordenador de Clínicas Odontológicas”

Fonte: Gazeta Digital

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Cadeia de Barra do Bugres será a primeira de Mato Grosso a ter energia solar

Publicados

em

Internet

 

.

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

O deputado estadual, Elizeu Nascimento (DC), anunciou a destinação de R$ 170 mil de sua cota de emenda parlamentar individual, para a implantação de um sistema de geração de energia solar fotovoltaica na cadeia pública de Barra do Bugres (165 km da capital de Mato Grosso, Cuiabá). O anúncio foi feito no dia 31 de julho, durante uma visita do parlamentar à Barra do Bugres.

“Durante a minha visita na cadeia pública de Barra do Bugres, o diretor, Oto Rubens Wetterlein, me contou sobre o projeto, que já estava no papel há mais de 5 anos, e, imediatamente, me prontifiquei a destinar os recursos para a implementação do programa, que além de tornar a unidade prisional autossuficiente energeticamente, gerando economia aos cofres públicos, ainda trará outros benefícios para a sociedade mato-grossense e para o meio ambiente”, explicou Elizeu Nascimento.

“Fiquei contente com a receptividade do deputado Elizeu Nascimento com a nossa reivindicação, pois com a destinação dessa verba, a cadeia pública de Barra do Bugres se tornará a primeira do Estado de Mato Grosso a contar com energia solar. Além disso, com a mão de obra dos presos, teremos condições de produzir matéeriais de construção, móveis e outros objetos, com as doações de madeiras que recebemos”, comemorou Wetterlein, idealizador do projeto de instalação de placas de energia solar fotovoltaica na unidade.

Leia Também:  AL recomenda ao Executivo isenção de ICMS em veículos elétricos

Na cadeia pública de Barra do Bugres abriga aproximadamente 280 detentosnão só do município, mas também oriundos dos municípios de Porto Estrela, Nova Olímpia e Denise.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA