POLÍTICA MT

Itaúba será beneficiada com novo prédio para instalar Núcleo da PM

Publicados

em


Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Com a anúncio do governo estadual para a construção e reforma predial de unidades da Polícia Militar de Mato Grosso (PM) que estão localizadas no interior do Estado, no mês de julho, o deputado estadual Delegado Claudinei teve a Indicação n.º 4.475/2021 atendida com o pedido para a construção de um novo prédio para a instalação do Núcleo da PM, em Itaúba, município que fica localizado na região norte de Mato Grosso.

Há dois meses, os vereadores do município, Paulo Sérgio Lopes (PDT) e Vinícius Biotto (Democratas), se reuniram com o parlamentar para tratar sobre a situação da segurança pública no município. “Eles haviam me informado que a cidade tem uma grande extensão territorial e sofre com a criminalidade com furtos e roubos de defensivos agrícolas. Sem contar a falta de efetivo, tanto da polícia militar, como da civil. Havia me comprometido a verificar essa demanda junto ao comandante-geral da PMMT, Jonildo Assis, para solucionarmos essa situação. E, claro, a construção de uma nova sede para os militares e agora tivemos essa ótima notícia”, comemora Claudinei.

Leia Também:  Pet shops e clínicas veterinárias deverão ter cartazes que incentivem a adoção de animais

Núcleo – As principais problemáticas da Polícia Militar de Itaúba envolvem a falta de efetivo, como também o local atual que os militares trabalham, pois não acomoda de maneira adequada os servidores devido ao tamanho do espaço e a estrutura precária, sendo que a última reforma do espaço ocorreu há cerca de seis anos. Os vereadores haviam informado ao deputado que a melhor opção seria a construção de um novo prédio para a instituição.

“A gente havia protocolado junto ao deputado Claudinei o pedido para a construção do novo prédio da Polícia Militar. Agradeci ele por esse apoio e o comuniquei que deu certo essa reivindicação. Já foi oficializado, quem intermediou essa situação foi o nosso comandante da região norte e o comandante-geral Assis. Já encaminharam o projeto construtivo para nós, a prefeitura municipal ficou responsável para fazer o projeto e vai encaminhar para o Comando Geral da PM por meio do governo estadual”, explica Vinícius Biotto.

Investimento – A PM existe há 185 anos em Mato Grosso, com um total de 233 unidades militares que estão presentes em 60 municípios mato-grossenses. O Governo de Mato Grosso vai investir cerca de R$ 41 milhões para construção de três batalhões e a reforma do Quartel Geral. Além de Itaúba, também mais quatro municípios terão os seus Núcleos padronizados para o melhor conforto e execução dos trabalhos dos policiais que atuam no interior do Estado.

Leia Também:  Juíza homologa prisão e manda empresário para o Centro de Custódia

Localização – Itaúba fica a uma distância de cerca de 600 km da capital de Cuiabá e próxima aos municípios de Sinop, Cláudia, Nova Canãa do Norte, Nova Santa Helena e Tabaporã. Atualmente, possui cerca de 3.800 habitantes.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

CST dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias realiza reunião nesta segunda

Publicados

em


Foto: Ronaldo Mazza

A Câmara Setorial Temática (CST) dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate a Endemias (ACE) realizou reunião na tarde desta segunda-feira (20) com objetivo de ouvir o representante do Conselho Nacional de Técnicos em Agentes Comunitários de Saúde (Contacs), Sergio Gutemberg. 

O secretário nacional de comunicação do conselho, Sergio Gutemberg, participou do encontro de forma remota e elogiou as ações do Parlamento estadual em defesa das categorias. Entre as iniciativas está a oferta do curso gratuito de formação profissional Técnico em Agente Comunitário de Saúde, com ênfase em Combate a Endemias. A capacitação é feita por meio da Escola do Legislativo, com execução do Instituto Brasil Adentro (IBA) e parceria do governo do estado e atende mais de 1200 ACSs e  ACEs, que possuem ensino médio completo e atuam no estado. 

“A ALMT está de parabéns e cria um marco na história ao oferecer um curso técnico de alta qualidade. Acompanho de perto esse curso, que é o melhor do país. O instituto responsável é muito bem preparado e qualificado. Mato Grosso é um estado pioneiro ao oferecer uma formação técnica pública”, avaliou Sergio Gutemberg. 

Leia Também:  Faissal solicita implantação da Telemedicina no sistema público de saúde de MT

Para o relator da CST, Carlos Eduardo Santos, o reconhecimento do curso pelo Contacs foi alcançado tirando dúvidas em relação à validade da formação que, segundo ele, já foi reconhecida pelo Ministério da Educação e Ministério da Saúde. “Nós já solicitamos à Mesa Diretora a continuação desse projeto para o ano que vem, com abertura de inscrições no fim do ano e início das aulas em fevereiro, como foi neste ano. Vimos que há uma demanda reprimida de três mil agentes que não conseguiram se inscrever [por falta de vagas] e por isso acredito que o curso deve ser oferecido novamente, uma vez aprovada a prestação de contas”, adiantou.

O presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate as Endemias do estado (Sintrace/MT), Wilson Cutas, lembrou ainda que a ALMT criou frente parlamentar em defesa das categorias, além da CST. 

O representante do Conselho Nacional de Técnicos em Agentes de Saúde, Sergio Gutemberg, também disse na reunião que as categorias de ACSs e ACEs devem ser incluídas na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), em que são especificadas e identificadas todas as ocupações do mercado de trabalho do país. “Há nota técnica favorável à criação das duas categorias. Até novembro, o Ministério do Trabalho deve ter os estudos prontos”, afirmou Gutemberg. Além de terem a atuação profissional reconhecido pelo governo federal, os agentes com curso técnico também poderão ter ganhos salariais, de acordo com Carlos Eduardo Santos. 

Leia Também:  Criança é flagrada caminhando em janela de prédio em Goiânia; assista

O relator da CST ainda defende a criação de um conselho regional de Técnicos em Agentes Comunitários de Saúde em Mato Grosso. “Não adianta termos só o nacional e não termos essa representatividade aqui para passar para esse futuro técnico que vai ter uma contribuição, uma anuidade e a legalidade de representação dele”, argumentou.

A próxima reunião da CST deve ser marcada em outubro e a previsão de entrega do relatório final é para maio de 2022. 

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA