POLÍTICA MT

Parque Sagrada Família recebe obras de infraestrutura

Publicados

em

 

.

Foto: SAMANTHA DOS ANJOS / Assessoria de Gabinete

Uma das primeiras proposições apresentadas no mandato do deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), foi a Indicação n.º 539/2019 para melhorias na infraestrutura do bairro Parque Sagrada Família e encaminhada à prefeitura de Rondonópolis (MT). Já em fase de execução, neste mês de julho, a gestão municipal iniciou as obras de drenagem e pavimentação asfáltica orçadas em cerca de R$ 30 milhões.

“Fico satisfeito de ver o movimento dos operários, maquinários e materiais para trazer melhorias para a comunidade local. A adequação da infraestrutura no bairro Sagrada Família vai trazer mais conforto e bem-estar para os moradores e, também, melhor trafegabilidade de veículos no período chuvoso, que é uma das maiores queixas, por causa dos atoleiros e buracos”, explica Claudinei.

Além da falta de asfalto, o Parque Sagrada Família também não conta com drenagem de águas pluviais, iluminação pública, entre outros aspectos que interferem na qualidade de vida dos moradores. “A falta de um sistema de drenagem de águas pluviais ocasionava pequenas enchentes, tornando o modo de vida insalubre na região. Apresentei no dia 20 de março de 2019, a indicação e, graças a Deus, o prefeito Zé do Pátio teve um olhar para essa comunidade. Sei que tiveram outros representantes da classe política que se movimentaram para concretizar este sonho. Agora se tornou realidade para quem vive no bairro há muitos anos”, diz o deputado.

Leia Também:  Projeto de Lei sugere usar mão de obra dos reeducandos para combater queimadas

 Realidade – Moradora há 22 anos do Parque Sagrada Família, Aparecida Cardoso, conta que umas das dificuldades enfrentadas no bairro foram a formação de corredeiras de água, buracos e lamas por causa das chuvas. “A rua nunca fica do jeito que a gente quer no período das chuvas. A chuva traz a enxurrada que, infelizmente, atinge a frente da minha casa. Já na época da seca, é muita poeira”, reclama.

Com o movimento das obras, Aparecida conta que está muito feliz e que os moradores merecem chegar em suas residências com dignidade já que pagam corretamente os seus impostos. “A gente paga imposto, tudo certo, e a gente fica até sem graça quando fala onde mora, pois fica até difícil as visitas chegarem de carro aqui. Vendo a obra começar, agora pagamos os impostos com satisfação.Poderemos fazer uma calçada, organizar a casa. Na seca, em nossas moradias, nada fica limpo por causa da poeira”, salienta.

A ordem de serviço para o início das obras em algumas ruas do Parque Sagrada Família ocorreu no dia 20 de julho, pela prefeitura de Rondonópolis, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura. O prazo para execução das obras está estimado em um ano, em prevê a pavimentação asfáltica de cerca de 33 km.

Leia Também:  Xuxu Dal Molin propõe retorno gradativo das aulas em Mato Grosso
Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Projeto cria a Semana Estadual de Conscientização, Prevenção e Combate à Prática de Queimadas em MT

Publicados

em

 

.

Deputado Faissal Calil apresentou projeto de lei em sessão plenária

Foto: ANGELO VARELA

Com o objetivo de buscar condições e adotar ações mais efetivas no combate aos incêndios em Mato Grosso, o deputado estadual Faissal Calil (PV) apresentou, na sessão plenária da última quarta-feira (23) na Casa de Leis, o Projeto de Lei (PL) n° 824/2020, que trata de instituir a Semana Estadual de Conscientização, Prevenção e Combate à Prática de Queimadas.

A proposta visa orientar os servidores públicos estaduais e prestadores de serviços contratados pela administração direta e indireta sobre a proibição de atear fogo em terrenos, áreas públicas e nos materiais resultantes de limpeza realizada, além de promover campanhas educativas no âmbito das escolas estaduais e outras ações voltadas ao meio ambiente.

“Os prejuízos que as queimadas trazem para os cofres públicos, os gastos com o combate aos incêndios, a recuperação das áreas devastadas e os recursos despendidos com o tratamento dos pacientes são alarmantes. Aliás, é bom ressaltar que os tratamentos de saúde sempre são caros e, por vezes, não resultam em recuperação completa dos pacientes, alguns passam para a condição de doentes crônicos que sempre precisarão de cuidados médicos cada vez mais sofisticados e caros. O PL busca  criar condições para a adoção de ações mais efetivas no combate a esse mal tão grande, que tem data e hora marcada para se manifestar todos os anos”, justificou o parlamentar.

Leia Também:  Deputados votam PLC que exclui a Desenvolve MT da lista de extinção

Segundo Faissal, o impacto das queimadas para o meio ambiente é mais do que conhecido.  “Espécies animais e vegetais são extintas, nascentes secam, árvores de grande porte morrem, o ar fica poluído, a umidade relativa do ar diminui assustadoramente, comprometendo a saúde de todos, especialmente das crianças e idosos”, concluiu.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA