TRIBUNAL DE JUSTIÇA MT

Justiça Comunitária: Mutirão da Oftalmologia em Poxoréu zera fila de espera

Publicados

em


Ação de saúde e cidadania promovida por meio de uma parceria entre Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) e Prefeitura de Poxoréu (251 km ao sul de Cuiabá) zerou a fila de espera de pacientes que aguardavam atendimento oftalmológico no município.
 
Em dois dias, 10 e 11 de setembro, o Mutirão da Oftalmologia atendeu 336 pessoas com realização de consultas de prevenção e diagnóstico precoce de glaucoma, catarata, pterígio e outros problemas relacionados à visão.
 
O mutirão ocorreu por meio da Secretaria Municipal de Saúde, que disponibilizou três oftalmologistas e forneceu lentes corretivas e armações de óculos; o Consórcio Regional de Saúde Sul (Coress-MT) e a coordenação estadual da Justiça Comunitária, que estacionou no pátio da prefeitura, a carreta do programa equipada com dois consultórios oftalmológicos
 
A cerimônia de abertura, realizada no Paço Municipal, contou com a presença do juiz coordenador da Justiça Comunitária no Estado, José Antônio Bezerra Filho, o Dr Toni, o juiz da comarca, Darwin de Souza, a juíza da 2ª Vara da Comarca de Primavera do Leste, Patrícia Cristiane Moreira, do prefeito e vice-prefeito de Poxoréu, Nelson Paim e Luciano Sol, secretários municipais, prefeito de Primavera do Leste, Leonardo Bortolin, que foi conhecer como funciona o mutirão, e a secretária executiva do Coress-MT, Eulice Idalina.
 
Ação Social – A Justiça Comunitária ainda entregou na Feira Municipal de Poxoréu cestas básicas, cobertores, kits de limpeza e higiene a 50 famílias do Cadastro Único (CadÚnico) da Assistência Social do município, em parceria com a Prefeitura e a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc/MT).
 
 
Alcione dos Anjos
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  STF mantém anulação de pena aplicada contra promotora de Justiça de MT
Propaganda

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MT

Poder Judiciário de Mato Grosso

Publicados

em


Como forma de resgatar grandes legados e a história do Poder Judiciário, nesta segunda-feira (20 de setembro) está no ar a quinta edição do programa Memórias do Poder Judiciário. O entrevistado de hoje é o desembargador aposentado Licínio Stefani Carpinelli, com 82 anos, que, dentre tantos assuntos, falou sobre sua vinda para a Mato Grosso e seus primeiros anos na magistratura, o qual ele aponta ser o período mais feliz da vida.
 
“Eu cheguei em Mato Grosso e fui aprovado sem ajuda de ninguém. Posso dizer para você, sem dúvida nenhuma, que esse foi o período mais feliz de minha vida. (…) É no interior do Estado que você tem mais empatia com o povo, que você desenvolve mais sua atividade e onde você pode ser mais útil.”
 
O magistrado falou também sobre como saiu indelével no TJMT. “Aqui no Tribunal eu sempre consegui dialogar e aprendi que às vezes, para você dar um passo pra frente, é preciso dar dois passos pra trás. Não ser inflexível. Todas as proposições que eu coloquei nesse plenário foram aprovadas. Todas! Então, você saiu daqui e continuam as amizades. Conversando e dialogando a gente consegue tudo.”
 
Assista AQUI a íntegra do programa que está disponível no canal do TJMT no YouTube e também no site da Esmagis-MT.
 
 
Keila Maressa
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
 
 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Justiça abolsve acusada de mandar matar marido em Cuiabá
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA