VÁRZEA GRANDE MT

Equipes participam de movimento em prol do Rio Cuiabá

Publicados

em


Equipes das Secretarias de Meio Ambiente – do Governo do Estado e Prefeitura de Várzea Grande – se uniram neste sábado (18), data em que se comemora o Dia Mundial da Limpeza, para fazerem a coleta de resíduos sólidos nas margens do Rio Cuiabá. A ação faz parte do Programa Nacional Rios+Limpos, lançada oficialmente no Estado, em evento realizado no Distrito de Passagem da Conceição, com a presença do Secretário Nacional do Ministério do Meio Ambiente, André França.

“Estamos neste sábado dando sequência a limpeza das margens do rio, que teve início na quinta-feira passada, com o lançamento do programa Rios+Limpos, onde durante a ação foram coletadas cerca de 2,3 toneladas de lixos, em um trabalho que envolveu equipes de educação ambiental das cidades de Cuiabá e Várzea Grande, além de moradores da localidade do distrito, pescadores e voluntários”, destacou o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural e Sustentável, Célio dos Santos.

De acordo com o gestor, equipes de diversas pastam que integram a Secretaria de Meio Ambiente, desenvolvem esse trabalho de forma continua, uma vez que essa atividade faz parte do núcleo de trabalho da nossa pasta, porém nestas datas comemorativas, as ações se tornam mais intensas e envolvem um número maior de pessoas, preocupadas com a preservação ambiental. “Hoje, em todo o mundo está acontecendo uma mobilização em favor ao meio ambiente, envolvendo mais de 180 países e mais de 50 milhões de pessoas estarão realizando a limpeza dos rios de áreas urbanas, córregos e nascentes. Várzea Grande também está envolvida neste movimento em prol da preservação do meio ambiente”.

Leia Também:  Prefeito é reconhecido como parceiro fiel do grupo Flanáticos em Cuiabá

A presidente da Associação de Catadores de Material Reciclável e Reutilizável (Asmats), Maria Aparecida do Nascimento, destacou a importância da preservação dos rios e do meio ambiente, e da cultura da coleta seletiva do lixo, ações que devem ser praticadas por toda a população. “Nós da associação temos essa preocupação e colocamos em prática essa ação todos os dias, uma vez que o nosso trabalho é justamente o de tirar da rua tudo aquilo que pode ser reciclado, dando uma destinação para cada produto, que para muitos são considerados lixo”, destacou.  Ela disse ainda que a associação tem participado de todos os movimentos em prol do meio ambiente e que a Asmats.

O vereador Joaquin Antunes, morador da região da Alameda Júlio Muller, também participou da mobilização nas margens do Rio Cuiabá. “É importante participar de uma ação que promove a cultura de uma educação ambiental, e a melhoria na qualidade de vida da população. O Rio Cuiabá é importante para a nossa sobrevivência por isso é imprescindível que ações como essa seja realizada de forma constante e consciente.  Todos nós temos que fazer a nossa parte, só assim vamos preservar esse bem natural que é de todos e faz parte da história de nossa cidade”.   

Leia Também:  Definido novo prazo para requerer a isenção do IPTU 2020

Um grupo de caiaqueiros desceu o Rio Cuiabá para fazer a coleta de lixos nos trechos mais complicados, além disso, barcos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, também percorreram uma extensão do rio para a identificação de descarte de esgoto nas margens do Rio.

Já artistas que trabalham na arte de pintura estarão realizando em vários córregos e bueiros da cidade artes com imagens que representam a natureza e o meio ambiente.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

VÁRZEA GRANDE MT

Várzea Grande realiza mutirão da campanha de multivacinação para menores de 15 anos

Publicados

em


Várzea Grande realiza no próximo sábado, dia 16, o dia ‘D’ da Campanha Nacional de Multivacinação, com objetivo de colocar em dia a caderneta de crianças e adolescentes menores de 15 anos. Para atender ao público alvo, 13 unidades de saúde estarão funcionando das 7h30 às 17h, sem interrupção para o almoço.

Para o Dia ‘D’ os pais ou responsáveis devem levar o cartão ou a caderneta de vacinação, para que os profissionais de saúde possam avaliar se há alguma vacina que ainda não foi administrada, ou se há doses de reforço para completar o esquema vacinal preconizado no calendário nacional.

Desde o dia 1º, o Município segue o cronograma do Programa Nacional de Imunizações (PNI). Até o dia 29 o foco é o de atualizar a situação vacinal de crianças e adolescentes, de acordo com as indicações do Calendário Nacional de Vacinação, mediante a avaliação do cartão ou caderneta de vacinação, como pontua o secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Barros. “Para cumprir metas preconizadas pelo Ministério da Saúde, vamos fazer esse mutirão focado no público jovem, de até 15 anos, para melhorar as coberturas vacinais no Município”, explicou o secretário.

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, frisa que é importante a adesão dos pais nesta outra etapa de imunização na cidade. “Existe uma gama de doenças que podem ser combatidas com as vacinas, prevenindo doenças e principalmente, mantendo algumas dessas doenças erradicadas. Nossas equipes da Saúde Municipal estarão reforçadas e de prontidão durante todo o sábado. É fundamental a participação da sociedade”.

“Constata-se que a imunização tem dado resultados positivos no Brasil e no mundo. No Brasil, já ocorreu a erradicação da poliomielite e da varíola graças à utilização de vacinas. Além disso, segundo a Fundação Oswaldo Cruz, ocorreu a eliminação da circulação do vírus autóctone do sarampo em 2000 e da rubéola, desde 2009. Outras doenças também tiveram sua ocorrência reduzida, como é o caso do tétano neonatal e da meningite. Contudo, o ressurgimento do sarampo em outros estados do nosso país evidencia a diferença dos resultados dessas coberturas nos diversos municípios, ou seja, uma baixa cobertura vacinal contribui para o ressurgimento de doenças e requer a adoção de estratégias adicionais para o resgate e vacinação dos indivíduos não vacinados”, alerta a Superintendente de Vigilância em Saúde, Relva Cristina de Moura.

Leia Também:  Golpistas anunciam 3ª dose da vacina para fazer vítimas em Cuiabá

Como pontua Relva, a vacina é considerada medida protetiva com o melhor custo-benefício em saúde pública, pois reduz os números de casos de doenças infecciosas em toda a comunidade. “Uma vez que a taxa de transmissão é diminuída, reduz o número de hospitalizações, de gastos com medicamentos, mortalidade e reforçamos a erradicação de doenças”.

SEM MITOS – Relva Cristina destaca a segurança das vacinas ofertadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), por meio de comprovação científica, além de haver uma gama delas disponibilizadas de forma 100% gratuitas à população. “Para que uma vacina seja aplicada em um indivíduo ela passa por rigorosos testes, incluindo estudos clínicos e somente após atenderem rigorosos padrões de qualidade e segurança são disponibilizadas às pessoas. Portanto, as vacinas salvam vidas! As vacinas são responsáveis por salvar a vida de milhões de pessoas todos os anos contra diversas doenças. Quando somos vacinados, protegemos a nós mesmos e toda a comunidade”, disse ela.

Ainda sobre a biossegurança dos imunizantes, a superintendente explica que se eles são produzidos no Brasil ou em outros países, passam por um processo sistematizado de compra, avaliação, liberação e distribuição. “No Brasil, o Ministério da Saúde é o órgão responsável pela compra e distribuição de todas as unidades que serão utilizadas no SUS, ou seja, as vacinas são muito seguras”.

Leia Também:  Prefeito é reconhecido como parceiro fiel do grupo Flanáticos em Cuiabá

LOCAIS QUE INTEGRAM O DIA ‘D’ EM VÁRZEA GRANDE – Centro de Saúde do Água Limpa, Centro de Saúde Nossa Senhora da Guia, Estratégia Saúde da Família Água Vermelha, Estratégia Saúde da Família Manaíra, Centro de Saúde Jardim Imperial, Clínica de Atenção Primária Jardim Glória, Unidade Básica de Saúde Ouro Verde, Unidade Básica de Saúde Santa Isabel, Estratégia Saúde da Família São Mateus, Clínica de Atenção Primária 24 de Dezembro, Estratégia Saúde da Família Unipark e Estratégia Saúde da Família Jardim União e Capão Grande.

ATENÇÃO – Como destaca o secretário Gonçalo de Barros, neste dia 16, as equipes vão se concentrar nas Unidades Básicas de Saúde, para esta ação nacional, e em decorrência deste ato, será aberto somente um ponto fixo para vacinação – neste dia – contra a Covid-19, que será nas Clínicas Médicas do Univag, no bairro Cristo Rei.

Barros faz outro alerta: “O Ministério da Saúde definiu que não há necessidade de manter um intervalo entre a aplicação da vacina contra a Covid-19 e as demais vacinas para este público da Multivacinação, no caso os adolescentes de 12 anos a 14 anos 11 meses e 29 dias. Então, quem se imunizou contra o coronavírus pode buscar o Posto de Saúde mais próximo, para receber alguma outra vacina do calendário regular que esteja em atraso.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA